• Open Call for Artistic Residencies – Tijolo |Brick

    On: 01/03/2019
    In: Noticias, OCT, Outros Eventos, Residências
    Views: 0
     Like

    (please scroll down to read in English)

     

    PT//

    residencia-tijolo-2019-pt Tijolo | Residências Artísticas

    CONCURSO PARA RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS NA OFICINAS DO CONVENTO

    Candidaturas abertas até dia 15 de Abril 2019

    Duração da residência: 1 mês

    Enquadrado pelo programa quadrienal Técnicas, Artes e Lugares, A Oficinas do Convento abre em 2019, pela segunda vez, um Concurso para Residências Artística na Oficinas do Convento tendo como mote o Tijolo enquanto elemento base para a criação artística.

    CONTEXTUALIZAÇÃO

    Fabricado e utilizado por todas as culturas do mundo, o tijolo é um objecto intemporal, de formatos e dimensões relativamente regulares, porém de uma diversidade que condiz com as diferenças culturais existentes. De fabrico antigo ou moderno, a sua prevalência social torna também visível a identidade existente entre os homens.

    Os tijolos produzidos no Telheiro da Encosta do Castelo, Montemor-o-Novo, são de influência medieval, proveniente ainda da tradição romana e bizantina[1]. De uma constituição arenosa, feitos de uma pasta de argila, terra e água, numa consistência próxima à da lama, os tijolos apresentam aspecto maciço e evidenciam a manufactura artesanal, pelas marcas da mão inscritas na superfície. Sendo de produção antiga, os tijolos têm também a característica de fazerem parte da imagem das construções vernaculares do Alentejo. No entanto, a propósito dos cruzamentos disciplinares desenrolados pelas Oficinas do Convento e o contexto artístico onde se insere a associação, pretende-se fomentar a utilização do tijolo na criação artística e valorizar os recursos existentes no Telheiro da Encosta do Castelo, quer no âmbito da produção de materiais de construção, quer no âmbito do apoio à criação artística, propondo assim a realização de residências na área artística que tenham o tijolo como base para a criação.

     

    Aqui, o tijolo, além de poder ser pensado na sua dimensão mais imediata — objectual e construtiva — evidenciando aspectos de produção, formação, conformação ou aplicação, poderá ser considerado também na sua vertente poética, social, histórica ou cultural.

    Tais âmbitos de abordagem poderão ser explorados em diferentes linguagens da criação — escultura, instalação, vídeo, fotografia, desenho, entre outros — cruzando ou tocando casualmente as fronteiras da arquitectura e do design.

    Sem desmerecer ou preterir a elaboração de esculturas de índole objectual, no caso de projectos de maior escala, dar-se-á prioridade a propostas de carácter efémero, processual ou de índole colaborativa que resolvam, neste último caso, eventuais questões práticas da cidade.

    APRESENTAÇÃO BREVE

    O tijolo pode ser pensado e usado na sua dimensão mais imediata — objectual e construtiva — evidenciando aspectos de produção, formação, conformação ou aplicação ou ser considerado na sua vertente poética, social, histórica ou cultural, explorando a diversidade e as potencialidades formais e conceptuais do tijolo, através de diferentes linguagens da criação.

    Assim, este concurso destina-se a autores das seguintes áreas:

    • artes-plásticas: escultura e/ou pintura
    • arquitectura
    • cerâmica
    • desenho
    • design
    • escrita
    • fotografia
    • instalação
    • vídeo

    [1] FRÓIS, Virgínia, SILVA, Vasco Fernando Dias, Realibitação de um Telheiro em Montemor- o-

    Novo, In ArteTeoria, Revista do CIEBA – Centro de Investigação e de Estudos em Belas-Artes –

    Secção Francisco de Holanda, no 14/15, 2011/2012, Lisboa, p. 101.

    Regulamento

    Ficha de Inscrição

     

    EN//

    residencia-tijolo-2019-engBrick | Artistic Residencies

    Open Call for Artistic Residencies in Oficinas do Convento

    Last day for the applications is on the 15th of April 2019

    These Artistic Residencies are part of the program “Técnicas, Artes and Lugares”, the project,opens, once again, in 2019, an open call for Artistic Residencies in Oficinas do Convento having as a motto the Brick as a basis element for artistic creation.

    Contextualization

    Manufactured and used by all of the cultures in the world, the brick is a timeless object, with relatively regular formats and dimensions, nevertheless of a diversity that matches with the existing cultural differences. From old or new manufacture, its social prevalence gives visibility to the existing identity between men.

    The bricks produced in Telheiro da Encosta do Castelo, Montemor-o-Novo, are of medieval influence, stemmed from the roman and byzantine traditions. From a sandy composition, made from a clay paste, earth and water, in a consistency similar to the mud, the bricks present a solid aspect and highlight the manual manufacture by the hand marks on its surface. Being of old production, the bricks are also part of the vernacular constructions of Alentejo. Nevertheless, as a result of the disciplinary intersections developed by the Oficinas do Convento and its artistic context. It is investigated the use of brick in the artistic creation and to value the existent resources in Telheiro da Encosta do Castelo, in a material production context and as a support for the artistic creation.

    Such contexts of approach can be explored in different languages of creation – sculpture, installation, video, photography, drawing, and more – crossing or touching in a casual way the borders of architecture and design.

     

    Application Process

    The main aim of Brica-Artistic Residencies is to think and explore this product in its most immediate dimension – objective and constructive – highlighting the production aspects, formation, conformation or application, or in its poetical, social, historical or cultural aspect, exploring the diversity and the formal and conceptual potentialities of the brick, through different languages of creation.

    Therefore, this call is destined to artistic proposals in the following areas:

    • Plastic arts: sculpture and/or painting
    • Architecture
    • Ceramics
    • Drawing
    • Design
    • Writing
    • Photography
    • Installation
    • Video

    Regulation

    Application Form

     

    + informação
  • Tradição >< Contemporâneo

    On: 01/03/2019
    In: OCT, Residências
    Views: 0
     Like

    Tradição >< Contemporâneo

    Programa de residências artísticas para criadores da Região

    – Alentejo –

    Artes plásticas: Cerâmica, Terra e/ou novos media

     

     

    cartaz-residencias-locais1Enquadrado pelo programa quadrienal Técnica, Artes e Lugares, A Oficinas do Convento abre em 2019 possibilidade de novas relações potenciando-as através de uma bolsa anual para a produção artística regional.

    Através deste concurso anual, a OC com os seus recursos técnicos permitirá o desenvolvimento de um projeto em residência artística dirigido a jovens criadores residentes no Alentejo.

    Pretende-se potenciar a aproximação entre a comunidade jovem artística e a OC, disponibilizando recursos e aprendizagens como forma de desenvolvimento do seu trabalho.

    Em 2019 a OC lança pela segunda vez o concurso tendo como tema a Tradição e Contemporâneo.

    Pretende-se desafiar, artistas, designers e arquitetos, para a criação de obras que contribuam para um processo continuado de reinterpretação, cruzamento e inovação de técnicas.

    Dar-se-á relevância a propostas a desenvolver em regime de Residência que tenham preferencialmente referências à região, património histórico e natural, cultura local e recursos e que contemplem modos de produção tradicional bem como “novos media”, refletindo a sua atualização na metodologia e na forma.

     

     

     

     

     

     

    Objectivos

     

    Potenciar a criação de jovens artistas regionais, através de um processo formal que lhes permite beneficiar dos recursos locais.

    Estreitar relações com a comunidade artística jovem regional;

    Promover a criação artística e produção de projetos inovadores revitalizando as técnicas tradicionais e artesanais;

    Apoiar criadores emergentes da nossa região;

    Potenciar a interação entre a produção artística e a comunidade local, contribuindo para a promoção dos recursos naturais, culturais e económicos da região;

    Contribuir para o desenvolvimento de processos participativos promovendo o envolvimento da população;

    Aproximar os cidadãos das práticas artísticas contemporâneas. Valorizar a cultura local promovendo o desenvolvimento sócio cultural e a criação de objetos com valor poético.

    Regulamento

    Ficha de Inscrição

    + informação
  • Exibição de “A Ilha do Preto” e “Matança” na Oficinas do Convento

    On: 01/02/2019
    In: Outros Eventos
    Views: 0
     Like

    Exibição dos filmes “A Ilha do Preto” e “Matança” de André Laranjinha na Oficinas do Convento

    4 de Janeiro | 18:30h

    Oficinas do Convento

     

    Ilha do Preto e Matanca A32

    No dia 4 de Janeiro, o realizador André Laranjinha exibe os seus dois filmes “A Ilha do Preto” e “Matança” na Oficinas do Convento, convidando todos os interessados a assistir.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    “A Ilha do Preto”

    A Ilha do Preto 01Sinopse: Fantasia rasante sobre um homem-ilha preto.

     

     

     

     

     

    “Matança”

    Matanca 01Sinopse: A tradição da matança do porco é ainda um importante meio de subsistência para uma parte da população açoriana.
    Originalmente, o ritual da “Matança” durava vários dias e envolvia toda uma comunidade. Hoje em dia, faz-se apenas durante o fim de semana e é sobretudo um evento familiar.
    O filme “Matança”, enquanto nos mostra como se mata e desmancha o animal, também nos indica que o futuro da tradição depende da sua constante adaptação ao presente: os alguidares de barro deram lugar aos de plástico e, em vez de se cantar ao desafio, ouve-se música pop na rádio.
    A avó, sentada no sofá a ver televisão, garante-nos que já se pode dar uma Matança à sua neta que ela faz tudo.

     

    + informação
  • Oficina – Loiça à Nossa Medida

    On: 01/02/2019
    In: OCT, Oficinas
    Views: 0
     1

    Oficina Loiça à Nossa Medida

    19 e 20 de Janeiro | 9 de Fevereiro 2019

    Centro de Investigação de Cerâmica OCT

     

    Oficina-Loica-a-nossa-medida 19 e 20 Janeiro – Roda de Oleiro e Moldes de Gesso

    10h-18h

    Aprender a fazer loiça utilitária a partir dos dois métodos mais utilizados: roda de oleiro e enchimento de moldes de gesso. Vamos também aprender a fazer moldes de gesso.

     

    9 de Fevereiro – Decoração e Vidragem

    10h-18h

    Conclusão das peças realizadas com a técnica de vidrar e aplicação de métodos de decoração e pintura como carimbos, majólica, entre outros.

     

     

     

    Inscrições: 45€           telheiro@oficinasdoconvento.com

    Inclui os 3 dias, materiais e cozeduras

    Alojamento (de 19 para 20 de Janeiro)

    Não inclui almoço/existe cozinha no atelier

     

    Formadores: Equipa OCT

    Nº mínimo de participantes: 10 pessoas

    Nº máximo de participantes: 12 pessoas

    + informação
  • Lançamento da TYRO na Oficinas do Convento

    On: 01/02/2019
    In: Exposições, Outros Eventos
    Views: 0
     Like

    Lançamento da obra “TYRO” na Oficinas do Convento

    19 de Janeiro 2019 | 16h

    Oficinas do Convento

     

    O CADA e a Oficinas do Convento têm o prazer de convidar para o lançamento da obra “TYRO”

     

    “TYRO” é um chatbot de inteligência artificial que tem uma mentalidade exageradamente polarizada apesar da sua natureza multidimensional. Desconcertante, claramente não-humano, conversa por escrito em inglês e está desenhado para ativar um espaço de experiência dentro da matriz homem-máquina.

     

    TYRO_imagem_para_lancamentotyro_postal-2--FINAL-002 + informação
  • SOLOT na Oficinas do Convento

    On: 01/02/2019
    In: Concertos
    Views: 0
     Like

    Concerto SOLOT na Oficinas do Convento

    25 de Janeiro | 21:30h

    Oficinas do Convento

    Contribuição à porta para os músicos

     

    SOLOT-webSOLOT, é um projecto de bateria a solo. O momento e a sonoridade da sala são tão importantes para a música como qualquer outro fator.

    A memória actua como um eixo entre o músico e o ouvinte. A atenção, a recordação, a percepção o a vibração do ar são elementos de qualquer acontecimento musical, e neste projecto trabalha-se estes elementos sem uma hierarquia pré-estabelecida.

    O que há que entender? O que há que escutar? O que há que saber?  São tudo perguntas que frequentemente nos fazem, e provavelmente não têm uma resposta. A resposta somos nós mesmos, a partir da memória da experiência do momento vivido, como uma semente num terreno fértil, que com o passar do tempo vai crescendo e transformando-se entre o esquecimento e a recordação.

     

     

     

     

     

     

     

    + informação
  • Oficina CSF – Collected Sound Fragments for an Imaginary Landscape

    On: 01/02/2019
    In: Oficinas
    Views: 0
     Like

    Oficina CSF – Collected Sound Fragments for an Imaginary Landscape

    2 e 3 de Fevereiro | 10h-18h

    Oficinas do Convento

    Inscrições abertas

     

    cartaz1Recolha de fragmentos sonoros para uma paisagem imaginada é uma oficina dedicada a pessoas interessadas na área do som e experimentação sonora, da música electrónica e field recordings. Inclui discussões teóricas sobre os temas apresentados e trabalho de campo e de estúdio. Centra-se, como ponto de partida, na criação de uma narrativa sonora através da gravação de espaços exteriores; no entanto, outros sons/amostras podem ser adicionados a fim de atingir o resultado pretendido. Nesta oficina é proposto o desenvolvimento de uma narrativa sonora através do mapeamento de sons da área circundante do local onde esta terá lugar. Os participantes serão convidados a caminhar pela área e a recolher sons com diferentes características a fim de reunir fragmentos da “memória” das zonas escolhidas.

    Após este primeiro momento de gravação, os sons serão ouvidos e reorganizados em colectivo com a finalidade de construir uma sono-cartografia que servira? de ponto de referência para o desenvolvimento de uma narrativa ficcional-metafórica da área onde a oficina será realizada. Durante este processo, promover-se-ão discussões em grupo sobre as diferentes técnicas usadas para organizar som, que sejam adequadas às particularidades da peça a desenvolver. A narrativa pode assumir diversas formas e a sua interpretação poderá ter um carácter concreto, abstracto e/ou conceptual. O objectivo da oficina e? oferecer aos participantes a oportunidade de desenvolver um projecto sonoro em colectivo, conhecer novas formas e perspectivas do ouvir assim como desenvolver bases técnicas de gravação, edição, processamento e mistura áudio.

     Os resultados da oficina serão apresentados ao público como performance envolvendo os participantes.

     

     

     

    As actividades da oficina incluem:

    •  Sessões teóricas introdutórias sobre som e cultura.
    • Passeios de escuta e gravação de ambientes sonoros.
    • Escuta colectiva e discussão dos sons reunidos.
    •  Sessões de trabalho em estúdio, com laptop, utilizando o material recolhido.
    • Elaboração e realização da peça sonora colectiva por todos os participantes, como parte do projecto.
    • Apresentação pública dos resultados.

     

    A trazer pelos participantes ( opcional ):
    gravadores portáteis, digitais ou analógicos
    computador com uma versão do Logic Audio ou Ableton Live

    Inscrições: 30€ – oc@oficinasdoconvento.com

    Nº mínimo de participantes: 12 pessoas

    Nº máximo de participantes: 25 pessoas

    Oficina orientada por Pedro André e Nils Meisel

     

     

    + informação

  • Concerto Bear Bones, Lay Low na Oficinas do Convento

    On: 01/02/2019
    In: Concertos
    Views: 0
     Like

    Concerto Bear Bones, Lay Low na Oficinas do Convento

    6 Fevereiro 2019 | 21:30h

    Oficinas do Convento

    Cartaz-Bear-Bones12 anos depois de ter chegado à Bélgica, Ernesto Gonzales é tido como uma das figuras incontornáveis da cena psicadélica/experimental entre Flamengos e Valões.

    Desde o kraut-rock satânico dos Silvester Anfang, ao drone profundo da dupla Steenkiste / Gonzales, o músico começou desde logo a bombardear o ‘underground’ belga desde que saiu da Venezuela: atitude que lhe deu o verdadeiro estatuto de ‘wünderkid” [prodígio] p’ra aqueles lados.

    Bear Bones, Lay Low é o mais recente projecto de Ernesto, onde mostra a veia mais experimental sob a conjunção abrupta entre o analógico, o ecstasy e o digital.

    + informação