• RESULTADO DO CONCURSO | BOLSAS DE RESIDÊNCIAS “Da Terra e do AR”

    On: 10/07/2009
    In: Residências
    Views: 0
     Like

    No dia 5 de Setembro de 2009, reuniu-se  pelas 10h na sede da Associação Oficinas do Convento o júri de avaliação e selecção das candidaturas às Bolsas de Residência da Terra e do Ar, composto pelos seguintes elementos: Tiago Fróis Dias da Silva – escultor – presidente da Associação; Virgínia Fróis – escultora; João Miguel Marques  – Vereador da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo.

    As áreas de Música e Poesia Visual e Design foram previamente avaliadas por parecer pelos menbros do júri ,Nuno Rebelo – músico ; Américo Rodrigues – Poeta Performer e Ana Thudichum Vasconcelos – Designer.

    O Fotógrafo José Manuel Rodrigues. não esteve presente no Júri, pelo motivo de não ter sido apresentada candidatura na área da Fotografia.

    Acta do concurso da Terra e do Ar (865) + informação
  • REABERTURA DO CONCURSO | BOLSAS DE RESIDÊNCIAS “Da Terra e do AR”

    On: 10/07/2009
    In: Residências
    Views: 0
     Like

    Bolsas de Residência “Da Terra e do AR”

    Bolsas de Residências
    Oficinas do Convento
    2009/2010

    De Acordo com a decisão do júri do concurso, decidiu-se proceder à reabertura de concurso nas áreas da Fotografia, Escultura e Design devendo as propostas contemplar como recurso tecnológico o emprego de técnicas da cestaria e/ou cerâmica de baixa temperatura e com recurso a materiais endémicos.

    Regulamento do concurso da Terra e do Ar (1225) + informação
  • SONOSCULTURA

    On: 09/18/2009
    In: Residências
    Views: 0
     Like

    19 a 24 de Outubro de 2009 | das 10H às 13H e das 15H às 18H.
    oficinas do convento, Montemor-o-Novo
    SONOSCULTURA , Workshop

    Oficinas-Abertas,-Sonoescultura-vasco-pimentel-e-joaquim-pinto


    OBJECTIVOS

    Informar e treinar os participantes na arte e técnica da gravação e reprodução de som autónomo, de forma a que os conhecimentos e aptidões adquiridas lhes permitam realizar gravações de melhor qualidade para os seus projectos. O workshop proporcionará treino prático na operação dos equipamentos, com exercícios que permitirão a familiarização com os métodos de trabalho associados. Complementarmente, serão dadas informações específicas sobre as profissões ligadas à captação de som autónomo. No espaço do workshop, os participantes desenvolverão projectos específicos, assegurando a sua captação, montagem e a organização dos dispositivos de reprodução. Dado o carácter aberto da formação, os projectos podem ser de cariz musical, de organização de paisagens sonoras, ou mesmo incluírem componentes áudio visuais. Ao contrário das tendências actuais na gravação de música “pop” e “electrónica”, em que os instrumentos são captados de forma simples ou gerados directamente por métodos electrónicos e posteriormente manipulados sinteticamente de forma a criar o efeito desejado, os projectos deverão partir de objectos sonoros e acústicas reais, tendo em atenção a sua complexidade e traduzindo-a criativamente.

    As temáticas principais a serem abordadas são:

    * Introdução à história da gravação sonora, com ênfase na gravação em fita magnética e as diferenças entre esta e a gravação digital. Serão descritas as vantagens e desvantagens, analisadas as soluções mais práticas e efectuados exercícios. Serão apresentados os princípios básicos do áudio digital e da gravação digital.
    * Análise dos equipamentos e técnicas utilizados na captação de som directo, em contraste com a gravação musical em estúdio. Todos os equipamentos serão descritos em detalhe e serão efectuados exercícios práticos. Será dada especial ênfase às técnicas de utilização de perche e colocação de microfones em relação aos espaços sonoros. Introdução aos diferentes métodos de interpretação coerente dos objectos sonoros (mono, estéreo e surround).
    * Análise e construção de bandas sonoras e de como as gravações de som são montadas na pós-produção, e os requisitos técnicos e artísticos necessários para que as diferentes gravações sonoras possam ser facilmente integradas nesse processo. Os diferentes tipos de sons que são necessários e devem ser gravados. Desenvolvimento do conceito de “bom som” em oposição a “mau som”, quer técnica quer artisticamente. Serão analisadas diversas gravações de referência e visionados filmes e bandas sonoras.


    + informação

    + Ficha de Inscrição

    + informação