• Sontag Shogun Duo na Oficinas do Convento

    On: 04/15/2019
    In: Concertos
    Views: 0
     Like

    Concerto Sontag Shogun Duo na Oficinas do Convento

    17 de Abril 2019 | 21:30h

    Oficinas do Convento

    Contribuição à porta para os artistas

     

    cartaz-sontagSontag Shogun Duo (CA/US) apresentam “The Robins Sing at 3,000 Hertz”

    Jeremy Royal Edit Young –  geradores de ondas sinusoidais e quadradas, amplificam  objectos e superfícies, cassete

    Absen Warrio (Jesse Perlstein) – voz e electrónica, ciclos de cassetes, objectos que não estão amplificados

     

    2/3 do trio electro-acústico moderno Sontag Shogun acabam uma ronda de espectáculos improvisados em Portugal , e é apenas na Oficinas do Convento vão tocar num duo especial (embora já tenham ocorrido performances em duo em Shanghai, Brooklyn, e há dois anos atrás em Lisboa). Sontag Shogun é conhecido pelas suas colagens de memória nostálgica criadas num fluido de improvisação, usando sons encontrados, poesia, e conversas fragmentadas, gravadas em ciclo, num foley sonoro intimista. Navegando totalmente através da paisagem densa electro-acústica da textura estratificada, as ondas sinusoidais de Jeremy Young correm ao lado do nevoeiro de vozes fracturadas de Jesse Perlstein. Na Oficinas do Convento vão apresentar um novo som e pedaço de texto denominado de “The Robins Sing at 3,000 Hertz.”.

     

    + informação
  • DLIGHT by Martí na Oficinas do Convento

    On: 03/20/2019
    In: Concertos, Oficinas
    Views: 0
     Like

    Performance DLIGHT by Martí na Oficinas do Convento

    22 de Março | 21:30

    Oficinas do Convento

    Contribuição à porta para o artista

    cartazA performance de DLIGHT by Martí surge em seguimento da Oficina, orientada pelo mesmo, Introduction to DIY Electronics, que vai ter lugar nos dias 21 e 22 de Março na Oficinas do Convento

    DLIGHT é o mais recente projecto de Martí Guillem, e é baseado no efeito sinestésico luz-som-luz.

    Serão criados diferentes artefactos com a possibilidade de controlar vários parâmetros de luz e som que se afectam entre si.

    Uma experiência poética e hipnótica fora do comum.

     

    + informação
  • UM AO MOLHE na Oficinas do Convento

    On: 03/11/2019
    In: Concertos
    Views: 0
     Like

    UM AO MOLHE apresenta os concertos de:

    Daily Misconceptions

    Acid Acid

    11 de Abril 2019 | 21:30h

    Oficinas do Convento

    Contribuição à porta para os artistas

     

    Daily Misconceptions é João Santos quando parte da electrónica caseira, com melodias que nos alertam para futuros estados de inconsciência, e torna-se um arquitecto sonoro com construc?ões tão criativas quanto generosas, capazes de fazer sonhar o mais sisudo dos ouvintes.

    Acid Acid é a viagem que se sente, são ondas sonoras e impulsos eléctricos de destino incerto e de apropriação por cada ser com curiosidade incessante. Acid Acid é Tiago Castro e a sua parafernália de instrumentos prontos a deixar-nos em transe.

    15 Montemor-o-NovoO UM AO MOLHE volta deixar tudo para trás e a fazer-se à estrada e O Cubo (mascote do festival) leva à boleia alguns dos mais originais músicos solitários no Sapo e na Kátia (as acarinhadas viaturas oficiais). O objectivo principal é, como sempre foi, promover uma amostra do que de melhor se tem feito ao nível de bandas de um só em Portugal e criar um circuito para o crescente número de músicos emergentes.

    Mas 5 anos de Cubo são muitos anos e O Cubo está hoje mais maduro e precisa de sentir um propósito maior.
    O Cubo hoje quer fazer menos mas melhor.
    O Cubo quer estar rodeado de amigos.
    O Cubo quer ser um festival com princípios.

    Daily Misconceptions

    Acid Acid

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    + informação
  • Urso Bardo na Oficinas do Convento

    On: 03/01/2019
    In: Concertos
    Views: 0
     Like

    Concerto Urso Bardo na Oficinas do Convento

    21 de Junho 2019 | 22:00h

    Oficinas do Convento

    Contribuição à porta para os artistas

     

    cartaz-urso-bardoUrso Bardo é uma banda instrumental formada em Lisboa, em 2014. A sua música está profundamente enraizada em torno da melancolia e do desejo, dois traços bastantes portugueses, combinando melodias com guitarras distorcidas e frequentemente atrasadas.

    Com influências que oscilam entre Radiohead até Marc Ribot, a mistura particular do rock melódico da banda, tornou-os um dos favoritos do cenário musical underground de Lisboa.

    O seu primeiro álbum completo, auto-intitulado, foi lançado pela Raging Planet em Março de 2016. A banda esteve em tour entre 2016 e 2017, para promover o álbum.

     

     

     

    + informação
  • Uivo Zebra na Oficinas do Convento

    On: 02/25/2019
    In: Concertos
    Views: 0
     Like

    Concerto Uivo Zebra na Oficinas do Convento

    1 de Março | 21:30h

    Oficinas do Convento

    Contribuição à porta para os artistas

    cartaz uivo zebraUivo Zebra é o power trio de Hernâni Faustino no baixo eléctrico (RED trio e dezenas de outras formações), Jorge Nuno na guitarra eléctrica (Signs of the Silhouette, Dead Vortex) e João Sousa na bateria (Parpar, Cardíaco, Ácidos).
    Desde 2017 que o trabalho de UZ se baseia em usar as tensões que a individualidade traz para um grupo de pessoas. No sentido de reafirmar a alta dinâmica do trio, “Gancho” é um ataque em três partes, o resultado da fuga dos lugares comuns em sincronia com a busca de uma certa febre, um sonho surreal, um pesadelo estupidamente agradável.
    Lançado este ano pela editora A Besta [033], em formato cassete (75 cópias), “Gancho” reflete o trabalho de raiz de que os Uivo Zebra foram parte: a gravação autónoma, a mistura de João Sousa com os restantes e a edição dentro do colectivo. O resultado é uma aproximação íntima, despida, ao estado febril que as Zebras procuram desde o primeiro álbum: os urros, os estrídulos, uivos e rasgos sónicos de pratos cortantes.
    O primeiro tema de “Gancho” começa com 20 segundos de hiss, uma entrada forçada, linha de baixo arrojada, linhas temporais desconexas, palavras impossíveis – um uivo intenso que o feedback de Jorge Nuno cria, fazendo a cama para as linhas de baixo infinitas de Faustino, graves e demolidoras. Os riffs desmontados de Sousa ajudam a criar um exemplo perfeito de como 3 pontos de vista distantes unidos sem partitura podem esbofetear-vos na cara. Amigável, mas abrupto.

    + informação
  • ANTEZ na Oficinas do Convento

    On: 02/14/2019
    In: Concertos
    Views: 0
     Like

    Performance ANTEZ na Oficinas do Convento

    14 de Fevereiro 2019 | 21:30h

    Oficinas do Convento

    Contribuição à porta para o artista

     

    CartazA base desta performance é tocar as compreensões da estrutura ressonante da sala, esculpindo, todas as vezes, um novo acordo com a sua singularidade arquitectónica. O conceito da performance mantém-se mutável até ao fim, usando exclusivamente procedimentos acústicos e métodos de produção que são gerados pelos movimentos do corpo do artista.

    A sua primeira inspiração para produzir um som contínuo com um instrumento de percussão desenvolveu-se a partir de um processo de investigação das qualidades acústicas do espaço da performance. Recolhe vários objectos e instrumentos durante as suas tours, e no seu meio de trabalho adaptou a peça para ser tocada num tambor de grande volume, que é usado como um amplificador de vibração. O artista desenvolveu uma afinidade íntima com os materiais em vibração já que tem de avaliar as vibrações no seu corpo a níveis distintos para que consiga coordenar as suas posturas e movimentos, e dessa forma pô-los em vibração. Para dar vida a estas vibrações, o artista tem usado, desde 2008, circunvolução.

    O seu som é muitas vezes comparado a determinados sons produzidos por sintetizadores. No entanto, os seus sons acústicos dependem da qualidade reflectora dos espaços circundantes e no volume da própria performance.

     

    + informação
  • Julius Gabriel na Oficinas do Convento

    On: 02/14/2019
    In: Concertos
    Views: 0
     Like

    Concerto Julius Gabriel na Oficinas do Convento

    22 Fevereiro | 21:30h

    Oficinas do Convento

    Contribuição à porta para o artista

     

    Cartaz-juliusJulius Gabriel é um saxofonista, improvisador e compositor de Berlim, que vive no Porto, e que se dedica ao poder universal da música. É membro fundador de About Angels and Animals e Paisiel, entre outros. Faz também parte da Blue Shroud Band de Barry Guy. Recentemente, em 2018, lançou a solo Dream Dream Beam Beam, o álbum homónimo de Paisiel e com Ikizukuri, o álbum Hexum. Toca saxofone soprano, tenor e barítono e desenvolve música para saxofone e amplificação. Com raízes na música clássica, jazz, improvisação, rock, contemporânea e electrónica, possui uma fluidez e uma abrangência ímpares no seu discurso musical.

    O concerto de Julius Gabriel na Oficinas do Convento, advém de uma Residência Artística do mesmo na Oficinas do Convento a decorrer até ao dia 25 de Fevereiro 2019 e tem parceria Lovers & Lollypops.

     

     

     

     

    + informação
  • Bear Bones, Lay Low na Oficinas do Convento

    On: 02/04/2019
    In: Concertos
    Views: 0
     Like

    Concerto Bear Bones, Lay Low na Oficinas do Convento

    6 Fevereiro 2019 | 21:30h

    Oficinas do Convento

    Contribuição à porta para o artista

    Cartaz-Bear-Bones12 anos depois de ter chegado à Bélgica, Ernesto Gonzales é tido como uma das figuras incontornáveis da cena psicadélica/experimental entre Flamengos e Valões.

    Desde o kraut-rock satânico dos Silvester Anfang, ao drone profundo da dupla Steenkiste / Gonzales, o músico começou desde logo a bombardear o ‘underground’ belga desde que saiu da Venezuela: atitude que lhe deu o verdadeiro estatuto de ‘wünderkid” [prodígio] p’ra aqueles lados.

    Bear Bones, Lay Low é o mais recente projecto de Ernesto, onde mostra a veia mais experimental sob a conjunção abrupta entre o analógico, o ecstasy e o digital.

    + informação