• Conversas À Volta do Centro

    On: 10/31/2023
    In: Conversas, Exposições, Projectos
    Views: 0
     Like

    CENTRO MUTÁVEL 

    11 Novembro | Sábado

    Conversas À Volta do Centro & Exposição Centro Mutável 


    No dia 11 de Novembro, acontece a segunda edição das Conversas À Volta do Centro, no Cine-Teatro Curvo Semedo, em Montemor-o-Novo. 

    Os artistas Sara Bichão, Pedro Vaz e Sérgio Carronha, vão apresentar e reflectir sobre os seus workshops, acompanhados por Leonor Nazaré – curadora e assessora do Museu Calouste Gulbenkian; Fernanda Botelho – especialista em plantas medicinais e silvestres; e Mariana Castro – arqueóloga e investigadora no Institute for the Study of the Ancient World, para cruzar a prática artística e o pensamento multidisciplinar.

    A meio do dia, será apresentada a performance do músico Afonso Nascimento, no Convento de S. Francisco, que nos leva numa viagem sónica e espacial.

    O almoço será Cozido da panela, confeccionado em lume de chão – opção com carne ou vegetariana – num momento de convívio pelo claustro do Convento.

    Ao final do dia, vamos inaugurar a Exposição Centro Mutável II, na Galeria Municipal de Montemor-o-Novo, com os trabalhos desenvolvidos pelos participantes dos workshops.

    Curadoria: João Rolaça e Margarida Alves

    O projecto CENTRO MUTÁVEL é uma co-produção Oficinas do Convento – Associação Cultural de Arte e Comunicação e Vicarte- Vidro e Cerâmica para Artes, da Faculdade de Belas Artes, Universidade de Lisboa, com o apoio da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo.

    A participação neste dia tem um valor de 15€ (almoço incluído) e é necessária inscrição através do site www.centromutavel.com

     

     

    conversas_story_2

    A)story+info2

     

     

    + informação
  • Inauguração de exposição dos jovens artistas | Projeto SEEDS

    On: 10/23/2023
    In: Exposições, Projectos, Residências
    Views: 0
     Like

    EXPOSIÇÃO – SOL DE POUCA DURA 

    28 outubro | 18H

    Convento de São Francisco 

    Montemor-o-Novo 


     

    No próximo sábado, dia 28 de outubro, terá lugar, pelas 18 horas, a inauguração da exposição “SOL DE POUCA DURA” , dos jovens artistas: Ana Amarante; Alicia Monreal Ortega; Alkyoni Papakonstantopoulou; Camila Almeida; Diana de Brito; Evanthia Manaridou; Inês Ballesteros; Inês Coelho da Silva; Leah da Silva Saraiva; Nefeli Themeli; e Rafael Raposo Pires; no Convento de São Francisco, na Associação Oficinas do Convento.

    A exposição representa o culminar da aprendizagem adquirida na partilhara de técnicas para a prática da arte sustentável, utilizando materiais que minimizam o desperdício, durante o período de residência em Montemor-o-Novo, onde foram promovidos diversos workshops e sessões de mentoria.

    Esta Residência faz parte do Projeto Seeds, financiado pelo programa EUROPA CRIATIVA, coordenado pela Associação Quinta das Relvas e conta com a colaboração de três parceiros internacionais de destaque: Oficinas do Convento, CHORUS e Associação RURAL-C.

    A Exposição vai estar patente entre dia 28 de outubro e 4 de novembro.

     

    PROGRAMA

    18H – Inauguração

    20H – Jantar – Chef Ícaro *

    22H – DJ’ Alho

     

    * O jantar (com opção vegetariano ) tem um valor de 7 euros e deve ser reservado até dia 27 às 13hAQUI 

    Para mais informações – comunicacao@oficinasdoconvento.com

     

    + informação
  • Interactive Things Made @ The Mill 2014-2023

    On: 06/09/2023
    In: Cidade Pre0cupada, Exposições
    Views: 0
     Like

    Interactive Things Made @ The Mill 2014-2023

    De 29 de Junho a 2 de Julho

    Inauguração 29 Junho às 20h

    Das 10h às 20h

    Zona Freixo | R/C 2

     


    millMostra de projectos que resultaram de colaborações com o MILL – Makers In Little Lisbon durante os últimos 9 anos.

    Alguns projetos que farão parte da exibição:

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Interactive MILL WIND

    Este moinho costuma estar na montra do espaço MILL onde quem passa pode interagir com ele e ser surpreendido por um spray d’agua refrescante.

    Ideia conceptual: Mauricio Martins

    Colaboração: Estagiários FabLab Torino,Tiago Rorke, Mauricio Martins, Tiago Rosa

    Como interagir?

    Acena com as mãos por cima do sensor para ver o que acontece 

     

    Airplane Violin

    Uma maneira diferente de sentir o céu acima de nossas cabeças! Usando uma pequena antena e um computador, ‘sintonizamos o céu’, reunindo mensagens de rádio em tempo real dos aviões que voam acima de nós, mapeamos altitude, latitude e longitude para notas, volumes e posicionamento espacial. Usando esse fluxo de dados gerados pelos aviões, podemos alimentar aplicativos de áudio como sintetizadores, baterias eletrônicas ou teclados midi e temos música de aviões!

    Autor: Paulo Andringa

     

    FOTOMATON Projecto colaborativo Oficinas do Convento e MILL

    Photobooth (cabina fotográfica) com o intuito de registar quem visita os espac?os OC ou MILL. Efemeridade da fotografia em suporte fi?sico versus suporte digital (cloud). Existem actualmente 2 unidades, uma instalada no Convento de S. Francisco e outra no MILL. 

    Ideia conceptual e Design: Tiago Fro?is

    Colaboração: Mauri?cio Martins, Timo?teo Mendes, Joa?o Bolila e Tiago Fróis

     

    TIME TRAVEL TELEJUKEBOX

    Upcyclyng de antigo telefone pu?blico portugue?s transformado numa JukeBox. A ideia é controlar o website através do telefone. O Radiooooo (www.radiooooo.org) é uma plataforma musical que nos permite ouvir músicas selecionando o país de origem e a época ou década de lançamento. Projecto com base em código aberto!

    Ideia conceptual e Design: Mauricio Martins

    Colaboração: Mauri?cio Martins, Joa?o Bolila, Tomaz Cruz

     

    PEEPP – Portuguese Epic Emoji Poem Project

    Projecto originalmente criado para montra interactiva na Livraria Sa? da Costa, no Chiado, onde era possi?vel traduzir colaborativamente Os Lusi?adas para Emoji. Actualmente este projecto foi adaptado para dar a oportunidade aos visitantes do MILL de expressarem o seu estado atrave?s do envio de Emojis para o quadro/display. Entre na rede Wi-Fi do MILL e experimente:

    Ideia conceptual e Design: Mauricio Martins, Paulo Andringa e Tiago Rorke

    Colaboração: MILL e Ocuparte Galeria.

     

    Tiro ao Alvo

    Um dos primeiros projetos colaborativos do MILL com upcycling a mistura.

    Trata-se de um sinalizador electromecânico encontrado no lixo, uma espécie de painel que ficava nas cozinhas de casas muito grandes e servia para avisar a serventia quando alguém chamava através de botões de campainha instalados nos aposentos aposentos. Transformamos o achado num jogo!

    Ideia conceptual: Mauricio Martins

    Design: Tiago Rorke

     

    PIXELTRON Projecto colaborativo Oficinas do Convento e MILL.

    Display LED com 480 pixels, concebido para animar eventos na ReToma :)

    Ideia conceptual e Design: Mauricio Martins e Tiago Fróis

     

    GameTron

    Conversão de uma covete numa matrix de leds que por sua vez é transformada numa máquina de jogos vintage como o PONG, TETRIS, BRICKS e SNAKE. Divirtam-se!

    Projecto Open-Source adaptado por Mauricio Martins

     

    Open Source Zone

    Pequena mostra do poder das plataformas abertas (Open-Source) com projectos diversos partilhados na NET.

     

    ChocoBot

    Adaptação de uma impressora Delta 3D numa impressora de chocolate.

    Projecto Open-Source adaptado por Mauricio Martins

     

    ClayBot

    Adaptação de uma impressora Delta 3D numa impressora de Cerâmica.

     

    O MILL – Makers In Little Lisbon é um projecto colaborativo, em Lisboa, dedicado à comunidade artística & maker. Interessamo-nos por áreas como as artes visuais, a fabricação digital, a impressão 3D, a robótica educativa, electrónica criativa, a computação física, entre outras.

    No MILL podes descobrir talento para concretizar os teus projectos, e também projetos onde aplicar o teu talento. 

    O espaço existe para criar sinergias entre os makers, artistas e investigadores.

    Temos um extenso conjunto de atividades e workshops para principiantes e para aqueles que querem aprofundar os seus conhecimentos em robótica, programação e fabricação digital.  Parte da nossa atividade está voltada para a educação maker e STEAM. Criamos conteúdos e fazemos mentoria para promover a tecnologia criativas para jovens e também junto das escolas.

    + informação
  • ground-ground

    On: 06/06/2023
    In: Cidade Pre0cupada, Exposições
    Views: 0
     Like

    Instalação “ground-ground” do grupo CADA (Jared Hawkey/Sofia Oliveira)

    29 de Junho a 2 de Julho

    Horário:

    29 Junho: Das 20h às 22h

    30 Junho: Das 16h às 22h

    1 e 2 Julho: Das 11h às 22h

    Zona Freixo | R/C 3

     

    x4(1)A nova obra do grupo artístico CADA ground-ground é uma instalação com som, luz e interação.


    ground-ground começou quando, de repente, ambos imaginámos, independentemente, duas formas tipo funil semelhantes. O poder desta coincidência levou-nos a pensar em realidades simultâneas, experiência como um continuum e ideias mais esquivas e quase-místicas de totalidade.

    Ao mesmo tempo, estávamos também a pensar no modo como os media digitais multiplicam mundos separados e sobrepostos. E, embora seja possível experienciar um sentimento de pertença, também é igualmente fácil sentirmo-nos como pedaços discretos de dados a flutuar num meio cognitivo sem contexto ou continuidade; um estado sem horizonte a que chamamos ‘figure-figure’.

    Estes dois pensamentos juntaram-se quando, numa noite tardia, durante o silêncio do confinamento, ouvimos uma garrafa de vidro rolar sem se partir – como se sem gravidade, num loop impossível.

     

     

     

    Ficha técnica:
    Uma obra CADA (Jared Hawkey/Sofia Oliveira)
    Design do círculo de luz: CADA em colaboração com André Pereira
    Construção do círculo de luz: André Pereira
    Desenvolvimento de software e hardware: Nikolas Gomes Ferranddis
    Apoio sonoro: A.C.A.
    Agradecimentos: Alice Benessia, Andrea Pavoni, Adriana Sá, Dasha Birukova, Olivier Perriquet, Nicolai Sarbib, Miguel Cardoso e Éter – Produção Cultural
    Financiamento: República Portuguesa – Cultura/Direção-Geral das Artes

    + informação
  • Territorialização

    On: 06/06/2023
    In: Cidade Pre0cupada, Exposições
    Views: 0
     Like

    Exposição “Territorialização” de Sérgio Braz d’Almeida

    29 de Junho a 2 de Julho

    Horário:

    29 Junho: Das 20h às 22h

    30 Junho: Das 16h às 22h

    1 e 2 Julho: Das 11h às 22h

    Zona Freixo | R/C 1

     

    jpeg campo amareloNeste projecto experimental, desenvolvido durante residência artística em Casa Branca, exploramos o conceito de território.

    No antigo latin, territorium, servia para designar as áreas circundantes de uma cidade, hoje em dia a definição de território é bastante mais abrangente. Um território tende a estar ligado a um pais, uma pessoa ou animal. Alguns territórios são reclamados por sentimentos de pertença cultural outros por razões económicas que se prendem com recursos naturais. Todas estas tenso?es tornam o conceito de território numa definição fluida, assumindo diversas formas dependendo do ponto de vista que observamos esse mesmo território.

    Este trabalho (work in progress) utiliza o vídeo e a fotografia para registar a presença humana na paisagem e, consequentemente, questionar o conceito de “território” e a utilização/exploração desse mesmo território pelos humanos.

    + informação
  • Espaço de Reflexão

    On: 06/06/2023
    In: Cidade Pre0cupada, Exposições
    Views: 0
     Like

    Instalação “Espaço de Reflexão” de Tiago Fróis

    29 de Junho a 2 de Julho

    Horário:

    29 Junho: Das 20h às 22h

    30 Junho: Das 16h às 22h

    1 e 2 Julho: Das 11h às 22h

    Zona Galerias Rés-do-Chão | R/C 1

     

    espacoreflexaoNa literalidade o encontro com o nosso íntimo através de um dispositivo que projeta os nossos infinitos Eus.

    Brincar com a ideia de multiverso espaço virtual e paralelismo

    + informação
  • Máquinas Absurdas

    On: 06/06/2023
    In: Cidade Pre0cupada, Exposições
    Views: 0
     Like

    Instalação “Máquinas Absurdas” de Marta León

    21 a 24 Junho

    Convento de S. Francisco

     

    MA_BurnoutAs Máquinas Absurdas são máquinas que na altura da reforma se reinventam.

    Um projecto de Marta León, que explora a jubilação das máquinas.

     

    Um corpo não ilustra o seu conteúdo. Um corpo não passa de um invólucro.

     

    Numa analogia às vidas humanas, as máquinas questionam o seu propósito neste mundo e recusam ser descartadas quando chega a idade da reforma.

    Reinventam-se, ocupando o tempo com outras tarefas nem sempre úteis ou funcionais, reivindicando o seu lugar nesta sociedade.

     

    Uma reflexão sobre o estilo de vida contemporâneo, que nos impõe um ritmo acelerado, onde a eficiência e a produtividade são privilegiadas em detrimento do prazer e do bem-estar. Onde a pressa é inimiga da sustentabilidade. Quanto mais depressa vamos, mais lixo produzimos.

    + informação
  • Splicing Time

    On: 06/06/2023
    In: Cidade Pre0cupada, Exposições
    Views: 0
     Like

    Exposição Splicing Time – Resultados da residência de criação colaborativa com Ana Guedes

    Inauguração: 24 de Junho | 18h | Galeria Municipal de Montemor-o-Novo

    Patente de 24 de Junho até 22 Julho na Galeria Municipal de Montemor-o-Novo

     

    Ana Guedes-imagem de bruno lopes_Museu MaatÉ na zona comum entre arte sonora e visual que se situa o território a explorar, onde o objecto plástico se torna ele próprio Som – ou onde o Som se materializa no próprio objecto plástico que produz. Um território com amplas possibilidades de investigação, que pode integrar o vídeo, a performance, o desenho, a instalação, a escultura, a gravação sonora, a música gerada em directo por algum sistema cinético, eléctrico, electrónico, atmosférico…

    Ana Guedes é uma artista multidisciplinar que vive e trabalha em Haia, nos Países Baixos. A sua prática explora plasticidades sonoras, como performance e instalação, interligando temporalidades e narrativas históricas e autobiográficas. Formada em escultura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, obteve um Mestrado em Arte Intermédia pela Universidade de Évora e em Investigação Artística pela Royal Academy of Art de Haia. Foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian entre 2015 e 2016 e artista selecionada para o prémio EDP Novos Artistas 2017, tendo-lhe sido atribuída uma Menção Honrosa pelo trabalho apresentado. Desde abril de 2018 participa na residência artística da Van Eyck Academie, em Maastricht. Entre 2018 e 2019 participou nas residências artísticas da Jan Van Eyck Academie, em Maastricht, Países Baixos. Em 2018, foi congratulada com o prémio Piedra de Sal pela Bienal de Cuenca, Equador. As suas obras, performances e instalações foram expostas em galerias e museus na Alemanha, Espanha, Bélgica, Letónia, Países Baixos e Portugal.

    Durante dez dias, Ana Guedes e três artistas selecionados por convocatória estiveram em residência de criação colaborativa, cuja temática foi a exploração sonora com recurso a meios de fita analógica, focado nas possibilidades plásticas do som e processos de escuta na criação plástica. Os resultados desta residência estarão expostos na Galeria Municipal de Montemor-o-Novo, de 24 de Junho a 22 de Julho.

    + informação