• Exposição Esculturas Leves | 21 de Janeiro a 10 de Março

    On: 01/17/2012
    In: Exposições
    Views: 0
     Like
    Durante o Verão de 2008, no mês de Julho, decorreu no Moinho do Ananil em Montemor-o-Novo uma acção que juntou artistas plásticos e mestres cesteiros (do Fundão, Montemor-o-Novo e Tarrafal) com o intuito da criação de esculturas usando a matéria vegetal como processo de desenvolvimento dos conceitos de peso e leveza. No mês de Setembro de 2009 convidaram-se mais dois novos artistas para fazerem o contraponto com outras matérias, a fotografia e o ferro.
    Esta exposição, agora presente em Setúbal, conta com os trabalhos dos artistas Catherine Henke, Cristina Ataíde, Graça Pereira Coutinho, Sara Antónia Matos, Sérgio Vicente, Tiago Fróis e Virgínia Fróis
    + informação
  • Exposição Organismos, de Rosana Bortolin | 17 de Dezembro, Centro Interpretativo do Castelo

    On: 12/12/2011
    In: Exposições, Residências
    Views: 0
     Like
    CONVITEweb

    Consulte o catálogo da exposição ‘Organismos’.

    + informação
  • Apresentação Pública Residência Artística ‘Corabitando’

    On: 11/07/2011
    In: Exposições, Residências
    Views: 0
     Like

    No âmbito do Programa “Formas e Técnicas na Transição”, arranca agora uma Residência Artística na área do Espaço Público, que será desenvolvida por Verónica Conte na freguesia de S. Cristóvão.

    VIVERCOR – CORABITANDO é uma proposta de acção onde num trabalho conjunto com residentes, de uma rua ou lugar, se transforma o espaço público, por meio da pintura de fachadas. Esta pintura é feita sob um conceito-projecto em diálogo entre quem propõe e os habitantes. É graças a uma construção participada que é obtida a singularização das fachadas arquitectónicas, é pretendido efectuar uma expressão de habitar, resgatar memórias e conduzir a uma actualização ou desenvolvimento de elementos visuais identitários, dos intervenientes. Os lugares assim transformados podem eles mesmos catalizar novos pontos de partida, para outras acções no espaço público.

    flyer-veronica-web

    + informação
  • Exposições Finais das Residências Artísticas de Inês Raphaelian e Mafalda Fernandes

    On: 08/03/2011
    In: Exposições, Residências
    Views: 0
     Like
    Exposição Final da Residência Artística de Inês Raphaelian “Expedição Montemor-o-Novo”, a decorrer na Igreja de S. Tiago (Centro Interpretativo do Castelo de Montemor-o-Novo) e Biblioteca Municipal.
    Inauguração: 9 de Agosto de 2011 às 18h na Igreja de S. Tiago (Castelo).

    Exposições Finais das Residências Artísticas de Inês Raphaelian “Expedição Montemor-o-Novo”, a decorrer na Igreja de S. Tiago (Centro Interpretativo do Castelo de Montemor-o-Novo) e Biblioteca Municipal; e  Mafalda Fernandes “Mancha de Um Lugar” que apresenta uma síntese do processo no Convento de S. Francisco.

    Inauguração: 9 de Agosto de 2011

    18h na Igreja de S. Tiago (Castelo)

    19h Biblioteca Municipal

    19h30 Convento de S. Francisco

    convite exposições. 9 de agosto + informação
  • Exposição Final das Residências ‘Da Terra e do Ar’

    On: 12/06/2010
    In: Exposições
    Views: 0
     Like

    EXPOSICAO-Da-Terra-e-do-ArPartindo do enquadramento ‘Da Terra e do Ar’ e dos conceitos de Peso e Leveza, foram programadas para 2010 Residências Artísticas a decorrer no Convento de S. Francisco, em Montemor-o-Novo, a partir da apresentação de projectos nas áreas da música, escultura, escultura cerâmica, fotografia, poesia visual e design de equipamento. Foram seleccionados os projectos “Inutilitários” de Célia Barros, “MurmúRio” de Alessandro Olla, Alessandra Giura Longo e Eduardo Sérgio, “Amo-te” de Marco Fidalgo, “Erro” de João Valente, “Homem Gnomone” de Vasco Costa e “Uncanny Places” de Virgílio Ferreira.

    + informação
  • Esculturas Leves

    On: 12/02/2010
    In: Exposições
    Views: 0
     Like

    Durante o Verão de 2008, no mês de Julho entre os dias 14 e 18 decorreu no Moinho do Ananil em Montemor-o-Novo uma acção que juntou artistas plásticos e mestres cesteiros com o intuito de criação de esculturas.
    A matéria vegetal como processo de desenvolvimento dos conceitos de peso e leveza.
    No mês de Setembro de 2009 convidaram-se dois novos artistas para fazerem o contraponto com outras matérias, a fotografia e o ferro.
    A exposição evoca o Rio, o local da experiência e da redescoberta de novos sentidos.

    cartaz-Esculturas-Leves-web

    + informação
  • Apresentação/Instalação/Performance de Circuit Bending – 9 de Outubro

    On: 10/07/2010
    In: Concertos, Exposições
    Views: 0
     Like

    Convento de S. Francisco
    Sábado, 9 de Outubro | 22H00
    Entrada Livre

    Orientação de Studio3 – João Bastos, João Sofio e Tiago Fróis
    Participação de António Crosa, Joana Sá, João Gargaté, Marco Franco, Rita Sá, Rodolfo Pimenta, Sérgio Gregório e Vítor Estudante

    Circuit Bending é o criativo curto-circuito de dispositivos electrónicos de baixa tensão, tais como brinquedos, sintetizadores ou aparelhos que produzem som a partir de circuitos, com o objectivo de criar novos instrumentos musicais e visuais, enfatizando a espontaneidade e a aleatoriedade.

    Circuit Bending está normalmente associado à música noise, apesar de muitos músicos contemporâneos recorrerem a estes novos instrumentos pelo carácter experimental espontâneo que estas máquinas oferecem. Geralmente envolve o desmantelamento de aparelhos adicionando componentes, como interruptores e potenciómetros para provocar modelações intencionais no som.

    Esta Oficina decorreu no formato de residência com a participação de músicos e artistas plásticos de várias áreas, com o objectivo de proporcionar um lugar comum para a partilha e criação.

    flyer-apresentação-sonoscultura-estudio-3 web

    + informação
  • A Busca – Exposição de Anderson Cunha | 1 de Outubro

    On: 09/27/2010
    In: Exposições
    Views: 0
     Like
    A Busca, residência artística itinerante
    em Portugal de Anderson Cunha, surge a partir da relação entre memória e resgate em dois países com fortes laços históricos e culturais: Brasil e Portugal.
    O projecto, que consiste na construção de um “trilho” através de Arquivos Pú-blicos e Cartórios em cidades portuguesas, cruzado com dados e informações já reunidos no Brasil, pretende desenvolver um trabalho híbrido de in-
    tervenção urbano-ambiental e de pesquisas genealógicas, perseguindo dados e cruzando informações, rumo às origens da sua ancestralidade lusitana.

    Apresentação do projecto “A Busca”

    de Anderson Cunha

    Sexta-feira, 1 de Outubro | 18H00

    Convento de S. Francisco

    Entrada Livre

    A Busca, residência artística itinerante em Portugal de Anderson Cunha, surge a partir da relação entre memória e resgate em dois países com fortes laços históricos e culturais: Brasil e Portugal.

    O projecto, que consiste na construção de um “trilho” através de Arquivos Públicos e Cartórios em cidades portuguesas, cruzado com dados e informações já reunidos no Brasil, pretende desenvolver um trabalho híbrido de intervenção urbano-ambiental e de pesquisas genealógicas, perseguindo dados e cruzando informações, rumo às origens da sua ancestralidade lusitana.

    Residencia-anderson (1)

    + informação