• TON-DOSE – workshop + Concerto

    On: 02/01/2018
    In: Concertos, Oficinas
    Views: 0
     Like

    22 Março – Oficinas do Convento

    19390554_1373917999351497_171168790612750305_o>> 15:00 às 19:00 – Workshop

    Martí propõe uma oficina que tratará a base da musica electroacustica, encontrando sons em objectos comuns e como amplificar e manipular esses objectos. Os participantes irão construir um microfone de contacto e captar sons com o mesmo. aprenderão também o básico da mistura, looping e gravação. Irão ser exploradas as possibilidades da electronica e da acustica.
    Os participantes ficam com o microfone para si.

    Participação – 20€ (com entrada livre no concerto), inscrições em oc@oficinasdoconvento.com

    19442127_1373918069351490_6281807831000171924_o>> 21:30 – Concerto TON-DOSE

    TON-DOSE é um projecto focado em criar pequenos dispositivos sonoros. Geradores de frequencia e som, feedbacks, loopers, delays, etc. inseridos em latas de comida. Manipilando os elementos é criada uma experiencia electroacustica com uma forte caracteristica poética.

     

     

    TON-DOSE ao vivo:

    https://youtu.be/Y0vBI8JaG-4

    https://www.youtube.com/watch?v=eqttldzFaqA

    Contribuição para músico – 3€

     

     

    + informação
  • Antez – Continuum + Percepção e Interpretação

    On: 02/01/2018
    In: Concertos, Espectáculos, Oficinas
    Views: 0
     Like

    16 fevereiro – Continuum

    Continuum é um projecto de percursão que se iniciou pelo uso de pratos, mas faridamente Antez começou a usar qualquer tipo de objectos que encontra. Os Continuums têm texturas sonoras incomuns que testam os limites da nossa percepção. Estes sons evocam a contenção, o excesso, a imersão e a itemporalidade.

    Antez apresentou um Continuum na Oficinas do Convento em Fevereiro 2016 

    Contribuição para o músico > 3€

     

    17 Fevereiro – Percepção e Interpretação – Oficina de Som

    Percepção e Interpretação é uma Oficina de Som, aberta a todos por uma tarde. Jogos e métodos pedagógicos simples estimulam as funções cognitivas dos participantes a diversos niveis. Conjuntos de objectos e dispositivos simples  serão instalados para observar e explorar as bases cognitivas dos participantes. Estes processos de participação e exploração partilhada são marcados por momentos de trocas, introspecção e aprendizagem. Na performance do dia anterior, os participantes poderão mergulhar no inicio de um caminho a percorrer em conjunto.

    Participação > 10€ – inscrições para oc@oficinasdoconvento.com

    caraz-ANTEZ + informação
  • RAKU OBVARA – ANIVERSÁRIO 3 ANOS OCT

    On: 01/22/2018
    In: OCT, Oficinas, Outros Eventos
    Views: 0
     Like

    CENTRO DE INVESTIGAÇÃO CERÂMICA OCT

    MONTEMOR-O-NOVO

     

    OFICINAS DE MODELAÇÃO E COZEDURA EM FOGUEIRA

     

    MODELAÇÃO – 10 Fevereiro
    14h – 18h

    Público-alvo
    Interessados, curiosos, artistas e ceramistas de todas as idades

    Inscrições
    25 € (10% desconto para estudantes, sócios e desempregados)
    Inclui materiais e cozeduras
    Inscrições para telheiro@oficinasdoconvento.com

     

    RAKU OBVARA – 10 Março
    A partir das 15h

    CONVITE ABERTO
    Queima de peças em fogueira e convívio
    Celebração do 3º Aniversário das Oficinas da Cerâmica e da Terra

    Formadores
    Ana João Almeida
    Liliana Velho
    Sérgio Carronha

    Mais informações
    telheiro@oficinasdoconvento.com
    obvara+3anos

    + informação
  • OC na Bienal AnoZero’17

    On: 12/26/2017
    In: OCT, Oficinas
    Views: 0
     Like

    IMG_5604A Oficina de Tabique aconteceu nos passados dias 8,9 e 10 de Dezembro, no âmbito do projeto Speakers’ Garden da Bienal de Arte Contemporânea Anozero’17, com o objetivo de proporcionar um exercício construtivo de um objeto arquitetónico capaz de estabelecer um testemunho empírico das possibilidades oferecidas pelas técnicas de construção com materiais locais ou reaproveitados, em torno das várias declinações da técnica do tabique. Esta técnica, também conhecida no Brasil como taipa de mão ou pau-a-pique, consiste em armar uma estrutura de ripas de madeira ou bambu, que é posteriormente preenchida com uma mistura de terra. Esta técnica tem vindo a ser um valioso recurso construtivo, precisamente por permitir utilizar ou reutilizar recursos locais e de circunstância.

    Esta oficina, gratuita e aberta a todos os interessados, ofereceu uma oportunidade única para os participantes aprofundarem os seus conhecimentos teóricos e prático na temática da construção em terra crua.

    CRIAÇÃO
    Tânia Teixeira (Oficinas do Convento) e Filipa Cabrita (Anozero’17)
    LOCAL
    Mosteiro de Santa Clara-a-Nova

    + informação
  • “Construir com Terra?” Aula teórico-prática na FBA-UL

    On: 12/26/2017
    In: OCT, Oficinas
    Views: 0
     Like

    Construir com Terra?

    Aula teórico-prática sobre construção com terra crua

    Como funciona? Porquê?

    Apresentação do Curso de BTC no âmbito do projecto europeu LearnBIØN

    Organização: Fernando Quintas (Unidades Curriculares de Mosaico e Vitral, FBAUL)

    Tânia Teixeira (Oficinas da Cerâmica e da Terra, OC)

    No passado dia 16 de Novembro organizamos em conjunto com Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa um evento aberto sobre construção com terra. Para além do enfoque sobre as características físicas do material terra, procurou-se despertar os alunos para o potencial da sua utilização, não apenas na disciplina da arquitectura mas também na prática artística.

    Depois da aula teórico-prática foi o momento para pôs mãos na massa e tocar as diferentes terras procurando perceber as suas características, comparando diversos estados de hidratação e compressão.

    No final, foi o momento de observar as diferenças e reflectir sobre as possíveis aplicações de cada uma destas 5 terras, tão distintas.

     

    + informação
  • Poesia em Pixeis

    On: 12/07/2017
    In: Oficinas
    Views: 0
     Like

    poesia-em-pixeis 120 a 22 de Dezembro na Oficina da Criança

    Atelier de Electrónica, Programação e Escrita com Luz

    Os participantes irão aprender a soldar e a montar o kit PoV, a programar o aplicativo para escrever mensagens e desenhos com pixeis.

    Depois de aprender a tecnologia irá acontecer uma oficina de escrita criativa Gestual orientada pela Biblioteca Municipal. Os participantes serão orientados para a criação de pequenas frases e/ou imagens com o tema “brincar na rua”

    Vamos transformar palavras em Graffitis Digitais!!

    Vejam uma proposta de resultado aqui

    A participação é gratuita!

     

    + informação
  • “Sonosculturas na Galeria Municipal” por Gerbert Verheij

    On: 11/22/2017
    In: Exposições, Noticias, Oficinas, Residências
    Views: 0
     Like

    _MG_8333Sonosculturas na Galeria Municipal

    “Durante duas semanas, dois ruidosos animais de cerâmica davam as boas-vindas aos visitantes da Galeria Municipal. Resgatados (ou raptados) de um dos pacatos canteiros do claustro do Convento de São Francisco, foram dotadas de alto-falantes no lugar das cabeças. Reproduziam com súbitas vibrações sons surpreendentes (tratava-se de gravações de uma ripa de madeira tocada com arco de violino). Lá dentro, a exposição – que ocupava todos os espaços da galeria, sem desdenhar a casa de banho ou o vão-de-escada do bar – rapidamente nos envolvia. Logo à entrada, uma instalação colectiva de paralelepípedos metálicos movidos a ventoinhas, velhos gira-discos e pedras produzia algo como um lento banho de imersão sonora. Ao lado, fitas magnéticas fustigavam um balão de bomba de água, uma grande roda fazia incessantemente o seu caminho por um círculo de areia e, por artes de magnetismo, um montinho de tinta de toner (que é magnética) ecoava o mesmo movimento circular numa folha suspensa. Cada som – a trituração da areia, a agitação de fitas, o embate de metal é captada por microfones de contacto e amplificado, elevando estes ruídos à partida banais ao domínio do som. No jogo entre a tecnologia – os fios e cabos, as amplificadoras e mesas de mistura, motores – e materiais muitas vezes obsoletos, sobras ou restos que sempre carregam um pouco de memória de vida prévia, o som ganhava espessura e presença, ocupando o espaço como se também tivesse a sua própria materialidade.

    Seguiam-se mais instalações: peças gémeas que tagarelam entre si, água que cai e borbulha, pequenas telhas que tremulam sobre madeira, walkie-talkies sobre rodas de oleiro que ora se aproximam e afastam, produzindo uma sinfonia em feedback, peças que dançam, embatem ou rolam… Uma peça para tocar, espécie de bateria caseira feita de panelas com água, fez as delícias dos mais pequenos (e não só). Todas estas peças foram o resultado de uma oficina dirigida por Nuno Rebelo nas Oficinas do Convento. Musico e artista de currículo impressionante (fez, entre muitas outras coisas, o hino do Expo ‘98), conta que desde sempre se interessou em aumentar a “paleta” dos sons com que se pode fazer música. A música pode definir-se, diz, como a “arte de articulação dos sons”. As “sonosculturas” ligam este repertório sonoro expandido a uma incursão pelo território das artes plásticas. A exposição mostra que é uma intersecção muito fértil.”

    por Gerbert Verheij  , publicado no jornal Folha de Montemor, Novembro 2017

    + informação
  • Exploradores Sonoros

    On: 11/21/2017
    In: Noticias, Oficinas
    Views: 0
     Like
    ECSClA Exploradores Sonoros é uma actividade que acontece desde 2013 sob a orientação de João Bastos (músico/compositor) e Lourdes Morillo (musicoterapeuta). Desde o inicio que a proposta da actividade é adaptada a diversos publicos tendo já acontecido tanto com jovens músicos, como com o público juvenil, infantil, idosos, ou pessoas com deficiencias várias. O público escolhido para este ano foi estudantes de música e grupo de teatro sénior acontecendo em dois locais – Ofiício das Artes (22 Setembro) e Universidade Sénior  (27 de novembro, 4, 11 e 18 de dezembro).
    A Exploradores Sonoros deste ano tem como objectivo abrir os horizontes da Física do Som (Oficio das artes) e promover a exploração musical e sonora (Grupo de teatro da Universidade Sénior).
    + informação