• CURSO DE CERÂMICA 2018-2019

    On: 09/06/2018
    In: OCT, Oficinas
    Views: 0
     Like
    cc18-19

     

    4ªs Feiras, das 18h às 20h

    CENTRO DE INVESTIGAÇÃO CERÂMICA OCT

    MONTEMOR-O-NOVO

     

    OBJETIVOS

    Conhecer o barro e as suas principais propriedades;

    Aprender as principais técnicas de modelação e decoração;

    Adquirir as ferramentas necessárias para poder desenvolver um corpo de trabalho estruturado a nível da expressão, do processo ou da ideia.

     

    FORMADORES

    Ana João Almeida

    Sérgio Carronha

     

    PROGRAMA

    APRESENTAÇÃO   (10 de Outubro às 17h)

    Apresentação do programa.

    Visita guiada aos espaços das Oficinas da Cerâmica e da Terra.

     

    MÓDULO 1 (Outubro – Novembro – Dezembro)

    10 Outubro – Origem e formação do barro. Como identificar e recolher barro no campo. As propriedades do barro. Engobes naturais e elaborados. Execução de testes.

    17 Outubro – Introdução às técnicas de conformação. Modelação livre. Técnica do maciço ocado.

    24 Outubro – Projeto, ideia e conceito. Exercício1: Modelação livre com referencial.

    31 Outubro, 7, 14, 21 Novembro – Desenvolvimento de projeto. Documentação.

    28 Novembro – Técnica da lastra. Cerâmica de revestimento. Técnicas complementares de decoração com engobes: Esgrafitado, reservas, manchado, rendilhado, terra sigillata.

    5, 12, 19, 26 Dezembro – Desenvolvimento de projeto. Exercício 2: Planear e realizar um pequeno painel de azulejos para espaço exterior específico.

    12 Janeiro (Sábado), 15h – Sessão pública de apresentação dos projetos do 1º Módulo e convívio.

     

    MÓDULO 2   (Janeiro – Fevereiro – Março)

    9 Janeiro – História da cerâmica. Modelação a lastra, corte e colagem.

    16 Janeiro – Técnicas complementares de decoração em relevo: Incisão, colagem, estampagem, empedrado, perfuração. Carimbos. Lavagens.

    23 Janeiro – Projeto, ideia e conceito. Exercício 3: Composição tridimensional a partir de planos (técnica da lastra) com referencial.

    30 Janeiro, 6, 13, 20 Fevereiro – Desenvolvimento de projeto.

    27 Fevereiro – Técnica do rolo.

    6 Março – Acabamentos. Escultura de média escala. Projeto, ideia e conceito. Exercício 4: Modelação a rolo.

    13, 20, 27 Março – Desenvolvimento de projeto.

    13 Abril (Sábado), 15h – Sessão pública de apresentação dos projetos do 1º Módulo e convívio.

     

    MÓDULO 3   (Abril – Maio – Junho)

    3 Abril – Reprodução em série. Enchimento de moldes. Exercício 5: Conjunto de utilitários conformados a molde.

    10 Abril – Construção de moldes de gesso.

    17 Abril – Enchimento com pasta e com barbotina.

    24 Abril – Revestimentos. Pigmentos, engobes e vidrados. Técnicas complementares de decoração sobre chacota: Corda seca, majólica, minas cerâmicas, decalque com carimbos.

    8 Maio – Técnicas complementares de transferência de imagens: Estresido, decalque de fotocópia, cromolitografia.

    15 Maio – Projeto, ideia e conceito. Exercício 6: Série final de 9 peças conformadas a molde.

    22, 29 Maio, 5, 12, 19, 26 Junho – Desenvolvimento de projeto.

    13 Julho (Sábado), 15h – Sessão pública de apresentação dos projetos do 1º Módulo e convívio.

     

    CALENDÁRIO

    Apresentação:

    10 de Outubro, 17h

    Módulo 1:

    10, 17, 24 e 31 de Outubro

    7, 14, 21 e 28 de Novembro

    5, 12, 19 e 26 de Dezembro

    12 de Janeiro (Sábado), 15h

    Módulo 2:

    9, 16, 23 e 30 de Janeiro

    6, 13, 20 e 27 de Fevereiro

    6, 13, 20 e 27 de Março

    13 de Abril (Sábado), 15h

    Módulo 3:

    3, 10, 17 e 24 de Abril

    8, 15, 22 e 29 de Maio

    5, 12, 19 e 26 de Junho

    13 de Julho (Sábado), 15h

     

    INSCRIÇÕES

    Não sócios: 125€ /módulo (3 meses) ou 50€ /mês

    Sócios, estudantes e desempregados: 115€ /módulo (3 meses) ou 45€ /mês

    Inscrições no início de cada mês / Materiais e cozeduras incluídos

     

    MAIS INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES PARA:

    www.oficinasdoconvento.com

    telheiro@oficinasdoconvento.com

     

    cc18-19 + informação
  • Bi0n Talks

    On: 08/13/2018
    In: Conversas, Noticias, OCT
    Views: 0
     Like
    38999885_2113591698719479_751668935211876352_oDia 18 de Agosto venham celebrar connosco o final de um ciclo que trará certamente novos inícios!
    Depois de mais uma semana de trabalho árduo, dia 18.08.18 celebramos num dia intenso de partilhas, conversas, comida, música, dança a conclusão do projecto LearnBIØN que decorreu durante os últimos dois anos e meio.
    Construímos juntos para além das estruturas físicas que ficam espalhadas pelos 5 países do projecto, laços de colaboração e partilha que transcendem fronteiras.
    Apartir das 10:00 às 18:00 nas Oficinas da Cerâmica e da Terra, conversas com os parceiros e com o convidado Miguel Mendes.
    Apartir das 23:00 nas Oficinas Do Convento vamos dançar com os Ohxalá!
    A entrada é livre (almoço/ jantar por 5€ com reserva até dia 16.08 at learnbion@gmail.com – no dia, sujeito à disponibilidade existente)
    Oxalá apesar do final deste ciclo a energia deste colectivo perdure no tempo no tempo!
    Um bem-haja a todos os que de alguma maneira tornaram mais rica e possível esta aventura!
    www.bi0n.eu
    CONVERSAS COM:
    AES Architectural Environmental Strategies (SE)
    AK0 Architecttura a Km Zero (IT)
    ARCò Architettura Cooperazione (IT)
    Canyaviva (ES)
    Dehesa Tierra (ES)
    HE2B Haute École de Bruxelles et Barbant (BE)
    Oficinas do Convento (PT)
    Com convidado especial Arq. Miguel Mendes

    Come to celebrate with us the end of a cycle that hopefully will bring new beginnings!
    After another week of hard work, on the 18.08.18 we will celebrate the conclusion of two and a half years of the LearnBIØN project, with an intense day of sharing, talks, good food, music and dance.
    Apart from building physical structures and spaces that are spread across the 5 project countries, we built a network of collaboration and sharing that goes beyond boundaries.
    From 10:00 to 18:00 at Oficinas da Cerâmica e da Terra there will be talks with the project partners and the special guest Miguel Mendes.
    From 23:00 at Oficinas Do Convento we will dance with Ohxalá!
    Free entrance (lunch/dinner 5€, under reservation until 16.08 at learnbion@gmail.com > reservations on the same day will be subject to availability)
    Oxalá (hopefully) the energy of this collective will continue for many years to come!
    our immense gratitude goes out to everyone that made this adventure possible and in anyway richer!
    www.bi0n.eu

    TALKS WITH:

    AES Architectural Environmental Strategies (SE)
    AK0 Architecttura a Km Zero (IT)
    ARCò Architettura Cooperazione (IT)
    Canyaviva (SP)
    Dehesa Tierra (SP)
    HE2B Haute École de Bruxelles et Barbant (BE)
    Oficinas do Convento (PT)
    Special Guest Arch. Miguel Mendes
    + informação
  • Ohxalá – Festa final do Projecto Bi0n

    On: 08/13/2018
    In: Concertos, Espectáculos, OCT
    Views: 0
     Like

    >>> Ohxalá<<<

    18 Agosto – 23:00 – Oficinas do Convento

    28238821_1207697029363453_1659807152304567593_o

    Maria e Luis apesar de viverem no Porto, as suas musicas ouvem-se por todo o mundo, fazendo parte da crescente onda do ethnobeats.

    Focados na cultura portuguesa, brasileira e africana, inspirados na forte base rítmica da música popular e antiga, as suas produções estão cheias de gravações de campo e incorporam elementos folclóricos, étnicos e tradicionais na música eletrónica contemporânea.
    Ohxalá é, sem duvida, uma experiência musical única.
    + informação
  • Open Call for Artistic Residencies – Tijolo |Brick

    On: 08/06/2018
    In: Noticias, OCT, Outros Eventos, Residências
    Views: 0
     Like

    (please scroll down to read in English)

    Bolsa-Tijolo

    PT//

    Tijolo | Residências Artísticas

    CONCURSO PARA RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS NA OFICINAS DO CONVENTO

    Candidaturas abertas até dia 15 Agosto

    Duração da residência: 1 mês

    Enquadrado pelo programa quadrienal Técnica, Artes e Lugares, A Oficinas do Convento abre em 2018 um Concurso para Residências Artística na Oficinas do Convento tendo como mote o Tijolo enquanto elemento base para a criação artística.

    CONTEXTUALIZAÇÃO

    Fabricado e utilizado por todas as culturas do mundo, o tijolo é um objecto intemporal, de formatos e dimensões relativamente regulares, porém de uma diversidade que condiz com as diferenças culturais existentes. De fabrico antigo ou moderno, a sua prevalência social torna também visível a identidade existente entre os homens.

    Os tijolos produzidos no Telheiro da Encosta do Castelo, Montemor-o-Novo, são de influência medieval, proveniente ainda da tradição romana e bizantina[1]. De uma constituição arenosa, feitos de uma pasta de argila, terra e água, numa consistência próxima à da lama, os tijolos apresentam aspecto maciço e evidenciam a manufactura artesanal, pelas marcas da mão inscritas na superfície. Sendo de produção antiga, os tijolos têm também a característica de fazerem parte da imagem das construções vernaculares do Alentejo. No entanto, a propósito dos cruzamentos disciplinares desenrolados pelas Oficinas do Convento e o contexto artístico onde se insere a associação, pretende-se fomentar a utilização do tijolo na criação artística e valorizar os recursos existentes no Telheiro da Encosta do Castelo, quer no âmbito da produção de materiais de construção, quer no âmbito do apoio à criação artística, propondo assim a realização de residências na área artística que tenham o tijolo como base para a criação.

    Aqui, o tijolo, além de poder ser pensado na sua dimensão mais imediata — objectual e construtiva — evidenciando aspectos de produção, formação, conformação ou aplicação, poderá ser considerado também na sua vertente poética, social, histórica ou cultural.

    Tais âmbitos de abordagem poderão ser explorados em diferentes linguagens da criação — escultura, instalação, vídeo, fotografia, desenho, entre outros — cruzando ou tocando casualmente as fronteiras da arquitectura e do design.

    Sem desmerecer ou preterir a elaboração de esculturas de índole objectual, no caso de projectos de maior escala, dar-se-á prioridade a propostas de carácter efémero, processual ou de índole colaborativa que resolvam, neste último caso, eventuais questões práticas da cidade.

    APRESENTAÇÃO BREVE

    O tijolo pode ser pensado e usado na sua dimensão mais imediata — objectual e construtiva — evidenciando aspectos de produção, formação, conformação ou aplicação ou ser considerado na sua vertente poética, social, histórica ou cultural, explorando a diversidade e as potencialidades formais e conceptuais do tijolo, através de diferentes linguagens da criação.

    Assim, este concurso destina-se a autores das seguintes áreas:

    • artes-plásticas: escultura e/ou pintura
    • arquitectura
    • cerâmica
    • desenho
    • design
    • escrita
    • fotografia
    • instalação
    • vídeo

    [1] FRÓIS, Virgínia, SILVA, Vasco Fernando Dias, Realibitação de um Telheiro em Montemor- o-

    Novo, In ArteTeoria, Revista do CIEBA – Centro de Investigação e de Estudos em Belas-Artes –

    Secção Francisco de Holanda, no 14/15, 2011/2012, Lisboa, p. 101.

    REGULAMENTO  FICHA DE INSCRIÇÃO

     

    Brick-CallEN//

    Brick | Artistic Residencies

    Open Call for Artistic Residencies in Oficinas do Convento

    Last day for the applications is on the 15th August.

    These Artistic Residencies are part of the program “Técnica, Artes and Lugares”, the project,opens in 2018, an open call for Artistic Residencies in Oficinas do Convento having as a motto the Brick as a basis element for artistic creation.

    Contextualization

    Manufactured and used by all of the cultures in the world, the brick is a timeless object, with relatively regular formats and dimensions, nevertheless of a diversity that matches with the existing cultural differences. From old or new manufacture, its social prevalence gives visibility to the existing identity between men.

    The bricks produced in Telheiro da Encosta do Castelo, Montemor-o-Novo, are of medieval influence, stemmed from the roman and byzantine traditions. From a sandy composition, made from a clay paste, earth and water, in a consistency similar to the mud, the bricks present a solid aspect and highlight the manual manufacture by the hand marks on its surface. Being of old production, the bricks are also part of the vernacular constructions of Alentejo. Nevertheless, as a result of the disciplinary intersections developed by the Oficinas do Convento and its artistic context. It is investigated the use of brick in the artistic creation and to value the existent resources in Telheiro da Encosta do Castelo, in a material production context and as a support for the artistic creation.

    Such contexts of approach can be explored in different languages of creation – sculpture, installation, video, photography, drawing, and more – crossing or touching in a casual way the borders of architecture and design.

    Application Process

    The main aim of Brica-Artistic Residencies is to think and explore this product in its most immediate dimension – objective and constructive – highlighting the production aspects, formation, conformation or application, or in its poetical, social, historical or cultural aspect, exploring the diversity and the formal and conceptual potentialities of the brick, through different languages of creation.

    Therefore, this call is destined to artistic proposals in the following areas:

    • Plastic arts: sculpture and/or painting
    • Architecture
    • Ceramics
    • Drawing
    • Design
    • Writing
    • Photography
    • Installation
    • Video

    REGULATION     APPLICATION FORM

     

    + informação
  • Oficina “Apitos de Barro”

    On: 07/07/2018
    In: Cidade Pre0cupada, OCT, Oficinas
    Views: 0
     Like

    Oficina “Apitos de Barro”

    7 Julho/7th July | 15:00h | Centro de Investigação de Cerâmica (OCT)

     

    SONY DSC 

    Vamos aprender a fazer apitos de barro! Toscos, direitinhos, coloridos ou não, graves ou agudos, apitar é diversão!

    Reservas para: comunicacao@oficinasdoconvento.com


     

    Let’s learn how to make whistles made of clay! Crude, straight, coloured or not, low or shrilled, whistling is fun!

    Reservations for: comunicacao@oficinasdoconvento.com

    + informação
  • Conversas em Torno da Cerâmica no Brasil

    On: 07/06/2018
    In: Cidade Pre0cupada, Conversas, OCT
    Views: 0
     Like

    Conversas em Torno da Cerâmica no Brasil

    6 Julho/6th July | 18:00h | Convento de S. Francisco

    2018-05-01 16.56.05ESPAÇO E MEMÓRIA  – INVESTIGAÇÕES PLÁSTICAS DA PAISAGEM CULTURAL DE SÃO JOÃO DEL REI – BRASIL

    Zandra Miranda

    A artista apresentará a experiência de implantação do Museu do Barro no Fortim dos Emboabas e parte do seu acervo em cerâmica, experiência fundadora do seu interesse pela paisagem local e sua longa e fecunda história. O espaço do entorno, notadamente a Serra do Lenheiro e o morro crivado de betas conhecido como Alto das Mercês, assiste a deslocamentos de culturas seminômades desde cerca de 8.000 de anos atrás, estabelecendo caminhos e rotas que seriam apropriadas pelos colonizadores em busca do ouro, metal que marca a implantação da cidade de São João del Rei no período colonial, quando se apropriam do território os portugueses e africanos escravizados. A artista busca abordagens diversas para revolver plasticamente as diversas camadas de memória que se sobrepõe na paisagem local, e apresentará o processo criativo de seu Pós – Doc em desenvolvimento junto à Unesp, tendo a cerâmica e a pintura em terra e ouro como materiais expressivos.

     

     

    OLARIAS (TELHEIROS) EM SÃO JOÃO DEL REI E EM CUNHA – O LEGADO DA CULTURA PORTUGUESA NO BRASIL

    Virgínia Fróis

    OLYMPUS DIGITAL CAMERAA artista vai apresentar os resultados da visita a três olarias em Cunha e em São João del Rei, as tecnologias da construção em terra de origem europeia, as arquitecturas comuns nos dois países, e terminará com um oleiro nascido no norte de Portugal, a sua oficina no fundo do quintal, as suas mãos e os seus passarinhos .

    Falar-se-á de reencontros de viagens e de abraços.

     

     


     

    ESPAÇO E MEMÓRIA  – INVESTIGAÇÕES PLÁSTICAS DA PAISAGEM CULTURAL DE SÃO JOÃO DEL REI – BRASIL (SPACE AND MEMORY – PLASTIC INVESTIGATIONS OF THE CULTURAL LANDSCAPE OF SÃO JOÃO DEL REI-BRAZIL)

    Zandra Miranda

    The artist will present the implementation experience of the Museu do Barro in Fortim dos Emboabas and partly her ceramic’s collection, founding experience of her local landscape and its long and fertile history interest. The surrounding space, particularly Serra do Lenheiro and sieved hill known as Alto das Mercês, witnesses semi-nomads cultures displacements from 8.000 years ago, setting paths and routes that would be appropriated by colonists in search of gold, metal that mark the implementation of São João del Rei city during the colonial period, when the Portuguese and the enslaved Africans appropriate the terrirory. The artist looks for various approaches to plastically revolve the different memory layers which overlap the local landscape, and will present the creative process of her developing post-Doc alongside Unesp, having ceramics and earth and gold painting as expressive materials.

     

    OLARIAS (TELHEIROS) EM SÃO JOÃO DEL REI E EM CUNHA – O LEGADO DA CULTURA PORTUGUESA NO BRASIL (POTTERIES IN SÃO JOÃO DEL REI AND IN CUNHA – THE LEGACY OF THE PORTUGUESE CULTURE IN BRAZIL)

    Virgínia Fróis

    The artist will present the results from the visit to three potteries in Cunha and in São João del Rei, the construction technologies in earth deriving from Europe, the common architectures from both countries, and will finish with a pottery born North of Portugal, her workshop down the yard, and her hands and birds.

    The artist will talk about trip reunions and hugs.

    + informação
  • OFICINA DE INTRODUÇÃO À PERMACULTURA

    On: 05/09/2018
    In: OCT, Oficinas, Outros Eventos
    Views: 0
     Like

    2 e 3 de Junho
    Oficinas da Cerâmica e da Terra

    O espaço dos Antigos Lavadouros do bairro de São Pedro de Montemor-o-Novo está a ser repensado, re-desenhado e regenerado faz tempo. Querem-se juntar?

    Esta oficina de Permacultura é destinada a agricultores, curiosos, jardineiros, economistas, a pessoas em geral que queiram conhecer maneiras alternativas de Cuidar da Terra e das Pessoas.

    A Permacultura oferece-nos muitas ferramentas práticas que nos inspiram a criar soluções não só para a agricultura mas também para o nosso dia-a-dia.

    Vamo-nos focar em trocar conhecimento quer passando pela história, ética e teoria da Permacultura, quer através de acções práticas de maneira a aprender implementando um novo plano para as zonas exteriores deste espaço. Mais concretamente estaremos a fazer novos canteiros, revitalizar a horta e a experimentar métodos eficientes de rega artesanais em cerâmica. E quem sabe o quê mais!

    Orientação e Gestão do projecto: Bernardo Sá Nogueira e Sérgio Carronha

    Preço: 30 €
    Almoço de Sábado incluído;
    Almoço de Domingo em modo mesa posta (refeição partilhada de responsabilidade colectiva);
    Possível estadia em regime de acampamento no Telheiro da Encosta do Castelo (2€ por pessoa por noite, inclui cozinha e balneário)

    Inscrições para telheiro@oficinasdoconvento.com

    oficina permacultura cartaz copy [Desktop Resolution] + informação
  • APRENDER E BRINCAR COM O BARRO

    On: 05/08/2018
    In: OCT, Oficinas
    Views: 0
     Like

    Este é um projecto direccionado para pais, crianças e jovens dos 4 aos 14 anos de idade.

    A proposta é permitir às crianças e jovens brincar com o barro, experimentar diferentes materiais e texturas e, ao mesmo tempo, fomentar uma aprendizagem pedagógica através de diferentes temas adequados a cada faixa etária.

    As crianças e os jovens começam por conhecer o mundo através dos seus sentidos. Elas vêem, cheiram, tocam e experimentam tudo o que as rodeia. Todas estas sensações representam uma descoberta agradável estimulando o sistema neurológico e a curiosidade natural presente nas crianças. Aproveitando estas condições, pretendemos aliar o conhecimento de várias áreas à arte terapêutica de se trabalhar o barro.

     

    As sessões serão organizadas por diferentes temas e divididas em três encontros ao longo do ano de 2018. As mesmas podem integrar músicas, histórias, jogos e outras ferramentas de apoio que favoreçam a aprendizagem e o conhecimento das crianças e jovens.

     

    OBJECTIVOS:

    • Despertar e estimular os cinco sentidos;
    • Estimular o sistema nervoso e promover o desenvolvimento do cérebro através do tacto;
    • Aprender a modelar o barro e a vivenciar o material mais primitivo que conhecemos;
    • Vivenciar e criar diferentes formas e texturas com o barro;
    • Desenvolver noções de orientação, proporção e percepção;
    • Desenvolver encontros terapêuticos aliando a pedagogia e a psicologia;
    • Promover a concentração, escuta activa e auto-disciplina;
    • Aprender a conviver, a ser e a estar;
    • Promover a comunicação entre pais, filhos, crianças e jovens;
    • Promover as relações e a comunicação não violenta.

     

    ORIENTADORAS:

    Raquel Shakti

    Ana João Almeida

     

    1º Encontro: Aprender a contar com o barro

    9 de Junho, das 15h30 às 17h30

    Mãe ou Pai (apenas um acompanhante) e Criança dos 4 aos 6 anos

    Neste primeiro encontro vamos ensinar as crianças (com a ajuda dos acompanhantes) a modelar o barro criando vários algarismos. Vamos aprender a identificar os diferentes números e a aprender a contar. Em conjunto, vamos criar um espaço seguro, divertido e acolhedor com histórias e canções. Após a cozedura, cada criança levará consigo os respectivos algarismos.

     

    2º Encontro: Aprender a construir Mensageiros de Vento

    24 de Junho, das 15h30 às 17h30

    Crianças dos 7 aos 10 anos

    Aqui vamos novamente ensinar as crianças a modelar o barro incentivando-as a criar peças diferentes para dar forma a cada Mensageiro de Vento (espanta-espíritos ou furin). Em conjunto, vamos ensinar o significado e origem deste objecto ancestral proveniente da Ásia. Após a cozedura, as crianças levarão consigo o seu Mensageiro de Vento.

     

    3º Encontro: Desmascarar emoções com barro

    21 de Julho, das 15h30 às 17h30

    Jovens dos 11 aos 14 anos

    Neste último encontro vamos aprender a identificar e a representar diferentes emoções através da criação e modelação de máscaras com barro. A proposta é abordarmos algumas emoções comuns e presentes nesta faixa etária. O objectivo é promover um maior entendimento, aceitação e desconstruir possíveis padrões de inibição, humilhação e constrangimento.

     

    INSCRIÇÕES:

    20€ por criança / por cada sessão

    (inclui materiais, cozeduras e peça final)

    Mínimo de inscritos: 6

    Máximo de inscritos: 12

     

    cartaz + informação