• Encontro de Telheiros do Sul

    On: 10/19/2017
    In: Conversas, Exposições, Noticias, OCT
    Views: 0
     Like

    4 Novembro a partir das 10:00

    Ermida de S. Pedro da Ribeira e Telheiro da Encosta do Castelo

    Montemor-o-Novo

    Encontro-de-Telheiros-do-SulEste é um encontro dirigido a todos os interessados e profissionais ligados à construção e ao património, e pretende criar uma relação entre unidades de produção, clientes e entidades promotoras da conservação patrimonial no sentido de concertar estratégias para uma maior viabilidade destas actividades, essenciais à preservação de patrimónios.

    Durante o evento irão estar patentes mostras de documentação fotográfica e vídeo, materiais produzidos, documentação dos Telheiros e seus protagonistas.

    > Participação gratuita

    > Almoço sugeito a reserva para o os@oficinasdoconvento.com (10€)

     

     

    + informação
  • Manual de Iniciação à Cerâmica, de Ana João Almeida – Critica de Gerbert Verheij

    On: 10/04/2017
    In: Noticias, OCT
    Views: 0
     Like

    Manual de Iniciação à Cerâmica, de Ana João Almeida

    20232640_1617546381657349_5515244851896610006_o“Em Julho passado foi lançado em Montemor-o-Novo o Manual de Iniciação à Cerâmica, da autoria de Ana João Almeida. É um objecto singular, fruto de uma investigação pessoal de uma década, sistematizada nos últimos anos pela autora nas Oficinas da Cerâmica e da Terra (Oficinas do Convento), onde entre outros tem dado um Curso de Cerâmica. O livro traz a marca deste percurso: sente-se que a prática validou os conhecimentos e orientou a sua organização numa linguagem directa, segura e acessível. Ler o manual é como ter uma instrutora paciente e amiga ao lado que explica tudo com entusiasmo e conhecimento de causa. Há uma dimensão pessoal – na escrita informal, e especialmente nas fotos da autora, em que talvez mais se sente o amor pelo ofício e a experiência vivida e acumulada – que foge das pautas de objectividade comuns neste tipo de literatura.

    Parte da actualidade do livro está no constante reenvio da antiquíssima arte da cerâmica para a natureza e para os recursos que estão à mão. Começando, desde logo, com a imensa diversidade de argilas naturais, cada uma com a sua cor e características, que o leitor-aprendiz é incentivado a encontrar onde está. O manual segue uma espécie de ética no trabalho do barro que alia a fidelidade às tradições e aos recursos naturais à segurança e inovação da investigação. Neste aspecto é um fruto característico do espírito que orienta as Oficinas da Cerâmica e da Terra. A versatilidade e vocação internacional deste centro manifestaram-se de resto no lançamento do livro, que foi acompanhado por uma exposição da italiana Cristina Gallizioli, uma mostra documental de um curso de construção com blocos de terra comprimida no âmbito do projecto internacional LearnBI0N e um concerto a solo da nova-iorquina Liz Hogg.

    Enquanto ao livro, é uma edição de autor de pequena tiragem, mas espero que mesmo assim encontre o seu caminho para um público maior, já que a principal referência portuguesa (Arlindo Fagundes, Manual Prático de Introdução à Cerâmica, 1997) está esgotado há anos. Neste aspecto, se a orientação quase exclusiva para a prática e a atitude de mãos à obra tem as suas virtudes, dando ao livro o seu tom singular, também traz limitações, que se fazem sentir por exemplo na falta de referências para lá do mundo da oficina. Exemplos de objectos e obras de outros criadores, geografias ou períodos históricos, bem como indicações para uma bibliografia especializada, teriam enriquecido o livro. É uma limitação talvez intencional no que é assumidamente um manual técnico, mas que faz com que ainda não seja a nova obra de referência em Portugal. Para isso existe, contudo, uma óptima base, e acabo com votos de que haja lugar para uma segunda edição mais completa e de maior circulação”

    Gerbert Verheij

    Jornal Folha de Montemor, Setembro 2017

     

    Para comprar, contactar telheiro@oficinasdoconvento.com.

    + informação
  • CADÁVER ESQUISITO

    On: 09/29/2017
    In: OCT, Oficinas
    Views: 0
     Like

     

    Modelação de figura humana em pequena escala

     

    25 de Novembro

    Centro de Investigação de Cerâmica OCT, Montemor-o-Novo

     

    Formadora

    Liliana Velho

     

    Programa

    10:00 – Jogo surrealista “Cadavre exquis”. Exercícios sobre as proporções do corpo humano; Introdução às pastas cerâmicas e engobes.

    13:00 – Almoço

    14:00 – Modelação de cabeça, tronco e membros.

    18:00 – Fim dos trabalhos

     

    Inscrições

    30€ (10% desconto para socios estudantes e desempregados)

    Máximo 12 participantes

    Inscrições até dia 20 de Novembro para telheiro@oficinasdoconvento.com

     

    cadaver + informação
  • OUVIR A FORMA – CANCELADO!

    On: 09/29/2017
    In: OCT, Oficinas
    Views: 0
     Like

    Construção de instrumentos musicais em barro utilizando técnicas artesanais.

    Vasos que assobiam com água, shakers e ocarinas.

     

    14 de Outubro

    Centro de Investigação de Cerâmica OCT, Montemor-o-Novo

     

    Formadores

    Liliana Velho e Sérgio Carronha

     

    Programa

    10:00 – Modelação de assobios e vasos

    13:00 – Almoço

    14:00 – Modelação de shakers e ocarinas; Decoração das peças com engobes

    18:00 – Fim dos trabalhos

     

    Inscrições

    30€ (10% desconto para socios estudantes e desempregados)

    Máximo 12 participantes

    Inscrições até dia 11 de Outubro para telheiro@oficinasdoconvento.com

     

    ouvir_outubro
    + informação
  • OFICINAS DE CERÂMICA

    On: 09/26/2017
    In: OCT, Oficinas
    Views: 0
     Like

    Sábados, das 11h às 18h

    CENTRO DE INVESTIGAÇÃO CERÂMICA OCT

    MONTEMOR-O-NOVO

     

    FORMADORES

    Ana João Almeida

     

    PÚBLICO-ALVO

    Público em geral, maiores de 16 anos.

     

    INSCRIÇÕES

    Cada Oficina: 30€

    (10% desconto para sócios, estudantes e desempregados)

    Inscrições até ao Sábado anterior / Mín. 4 participantes / Materiais e fornadas incluídos

    Intervalo para almoço das 13h às 14h / Almoço não incluído

     

    MAIS INFORMAÇÕES

    telheiro@oficinasdoconvento.com

     

    OBJETIVOS

    Conhecer o barro e as suas principais propriedades;

    Aprender as principais técnicas de modelação e decoração;

    Criar peças em cerâmica utilizando a técnica ao serviço da criação;

     

    OFICINA  1 (11 de Novembro)

    11h – Origem e formação do barro. Como identificar e recolher barro no campo. As propriedades do barro. Os engobes naturais.

    14h – Introdução às técnicas de conformação. As ferramentas. Modelação livre. Técnica do maciço ocado. Pintura com engobes.

     

    OFICINA  2   (2 de Dezembro)

    11h – Técnica do rolo. Planos e curvas.

    14h – Técnicas de decoração com engobes: Esgrafitado, reservas, rendilhado.

     

    OFICINA  3   (6 de Janeiro)

    11h – Técnica da lastra. Azulejos artesanais. Realização de um pequeno painel de azulejos.

    14h – Revestimentos. Pintura do painel com engobes.

     

    OFICINA  4   (3 de Fevereiro)

    11h – Técnica da lastra. Colagem. Volumes a partir de planos.

    14h – Técnicas de decoração em relevo: Incisão, colagem, estampagem, empedrado, perfuração. Carimbos.

     

    OFICINA  5   (3 de Março)

    11h – Pastas coradas. O marmorizado. Nerikomi.

    14h – Continuação dos trabalhos.

     

    OFICINA  6   (7 de Abril)

    11h – Reprodução em série. Moldes de gesso: enchimento com pasta e com barbotina. A porcelana.

    14h – Construção de um molde de gesso.

     

    OFICINA  7*   (5 de Maio)

    11h – Moldes de gesso: enchimento com pasta e com barbotina. A porcelana.

    14h – Continuação dos trabalhos.

    *Para participar nesta oficina deverá ter participado na anterior ou trazer moldes de gesso.

     

    OFICINA  8*   (2 de Junho)

    11h – Técnicas de decoração sobre chacota. Minas cerâmicas.

    14h – Estresido (transferência de imagem), Corda seca, Majólica, Minas cerâmicas.

    *Para participar nesta oficina deverá ter participado na anterior ou trazer peças chacotadas.

     

    sabados

     

    + informação
  • CURSO DE CERÂMICA 2017-2018

    On: 09/26/2017
    In: OCT, Oficinas
    Views: 0
     Like

    4ªs FEIRAS, DAS 18h ÀS 20h

    CENTRO DE INVESTIGAÇÃO CERÂMICA OCT

    MONTEMOR-O-NOVO

     

    FORMADORES

    Ana João Almeida

     

    PÚBLICO-ALVO

    Público em geral, maiores de 16 anos.

     

    INSCRIÇÕES

    Mensalidade – 4 aulas: 40€

    (10% desconto para sócios, estudantes e desempregados)

    Inscrições no início de cada mês / Materiais e fornadas incluídos

     

    MAIS INFORMAÇÕES

    telheiro@oficinasdoconvento.com

     

    OBJETIVOS

    Conhecer o barro e as suas principais propriedades;

    Aprender as principais técnicas de modelação e decoração;

    Criar peças em cerâmica utilizando a técnica ao serviço da criação;

     

    APRESENTAÇÃO   (25 Outubro)

    Apresentação do programa.

    Visita guiada aos espaços das Oficinas da Cerâmica e da Terra.

     

    MÓDULO 1 (Novembro)

    8/11 – Origem e formação do barro. Como identificar e recolher barro no campo. As propriedades do barro. Os engobes naturais.

    15/11 – Introdução às técnicas de conformação. As ferramentas. Modelação livre. Técnica do maciço ocado. Barro vermelho (baixa temperatura). Pintura com engobes.

    22/11 – CRIAÇÃO: Exercício criativo, realização de uma peça a partir dos conteúdos dados.

    29/11 – Continuação e conclusão dos trabalhos. Acabamentos, brunidura, resinas naturais, ceras e óleos. Secagem, enforna e cozedura.

     

    MÓDULO 2   (Dezembro)

    6/12 – Técnica do rolo. Planos e curvas.

    13/12 – Técnicas de decoração com engobes: Esgrafitado, reservas, manchado, rendilhado, terra sigillata.

    20/12 – CRIAÇÃO: Exercício criativo, realização de uma peça a partir dos conteúdos dados.

    27/12 – Continuação e conclusão dos trabalhos.

     

    MÓDULO 3   (Janeiro)

    10/1 – Técnica da lastra. Azulejos artesanais.

    17/1 – CRIAÇÃO: Exercício criativo, realização de um pequeno painel de azulejos. Lastra e corte. Aplicação de engobe por mergulho.

    24/1 – Revestimentos: Pigmentos, engobes, vidrados. Pintura tradicional alentejana. Pintura do painel.

    31/1 – Continuação e conclusão dos trabalhos. Vidragem do painel.

     

    MÓDULO 4   (Fevereiro)

    7/2 – Técnica da lastra. Colagem. Volumes a partir de planos.

    14/2 – Técnicas de decoração em relevo: Incisão, colagem, estampagem, empedrado, perfuração. Carimbos. Lavagens.

    21/2 – CRIAÇÃO: Exercício criativo, realização de uma caixa ou outra peça a partir dos conteúdos dados.

    28/2 – Continuação e conclusão dos trabalhos.

     

    MÓDULO 5   (Março)

    7/3 – Pastas coradas. Elaboração de testes e amostras de cores. O marmorizado.

    14/3 – Nerikomi.

    21/3 – CRIAÇÃO: Exercício criativo, realização de uma peça a partir dos conteúdos dados.

    28/3 – Continuação e conclusão dos trabalhos.

     

    MÓDULO 6   (Abril)

    4/4 – Gres, alta temperatura. Os vidrados. Suportes para testes. Minas cerâmicas.

    11/4 – Técnicas de decoração sobre chacota: Estresido (transferência de imagem), Corda seca, Majólica, Minas cerâmicas.

    18/4 – CRIAÇÃO: Exercício criativo, realização de uma peça a partir dos conteúdos dados.

    2/5 – Continuação e conclusão dos trabalhos.

     

    MÓDULO 7   (Maio)

    9/5 – Reprodução em série. Moldes de gesso: enchimento com pasta e com barbotina. A porcelana.

    16/5 – CRIAÇÃO: Exercício criativo. Construção de moldes de gesso.

    23/5 – Enchimento de moldes. Continuação e conclusão dos trabalhos.

    30/5 – Enchimento de moldes. Continuação e conclusão dos trabalhos.

     

    MÓDULO 8   (Junho)

    6/6 – Técnicas de transferência de imagens: decalque com carimbos, goma bicromatada, cromolitografia.

    13/6 – CRIAÇÃO: Exercício criativo, realização de uma peça a partir dos conteúdos dados.

    20/6 – Continuação e conclusão dos trabalhos.

    27/6 – Vidragem. Continuação e conclusão dos trabalhos.

     

    EXPOSIÇÃO COLECTIVA   (Julho)

    Apresentação dos trabalhos realizados.

     

    cartaz17-18 + informação
  • Terra[cotta] Patrimony II

    On: 08/28/2017
    In: Noticias, OCT, Projectos
    Views: 0
     Like

    Campo de Trabalho Internacional – Terra[cotta] Patrimony II

    28 Agosto a 8 de Setembro

    14206206_1153458124732846_8669547079746982598_oMais uma vez a Oficinas do Convento junta um grupo de jovens dos 4 cantos do mundo em Montemor-o-Novo, num Campo de Trabalho Internacional.

    Este campo de trabalho pretende por um lado despertar os jovens para as técnicas tradicionais de construção e para o património construído que os rodeia, por outro lado atribuir-lhes responsabilidade social e de cidadania na preservação de equipamentos públicos construídos com estas técnicas vernaculares, desenvolvendo consciência cívica e de apropriação dos espaços públicos e despertando vontades de intervir localmente nas suas comunidades de origem.

    Cooperação, comunicação, confiança, resolução de problemas, avaliação de riscos, liderança e tomada de decisão serão competências trabalhadas diariamente através de jogos de grupo que ajudam a fortalecer a equipa de trabalho e potenciar o auto-conhecimento.

    Mais especificamente pretende-se desenvolver um trabalho de “mãos na massa” fazer reparações (argamassas tradicionais, caiar..), aprender a fazer tijolo, taipa, adobes; aplicando esse conhecimento em casos práticos: a manutenção do Quiosque do Castelo e do Convento de São Francisco em Montemor-o-
    Novo.

    + informação
  • “Entre Tanques e Bandeirolas” Residência Novas Formas – Carusto Camargo

    On: 08/23/2017
    In: OCT, Residências
    Views: 0
     Like

    9 setembro – 17:30 – Centro de Investigação de Cerâmica (Antigos Lavadouros Públicos).

    Mostra do resultado da Residência Novas Formas – Carusto Camargo

    A residência Novas Formas 2017, incluida no plano DGArtes- Projeto M teve inicio dia 23 de Agosto e finaliza dia 9 de Setembro com uma apresentação pública.

    O artista escolhido (após concurso internacional) para este ano é o artista brasileiro Carusto Camargo.

    Carusto Camargo é Artista Visual, professor Adjunto do Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS com pós-doutoramento na Faculdade de Belas Artes de Lisboa  e doutorado e mestrado em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Universidade de Campinas UNICAMP. É coordenador do Núcleo de Instauração da Cerâmica Artística NICA (www.ufrgs.br/nica) e do Laboratório de Cerâmica Artística à Distância LACAD (www.ufrgs.br/lacad), ambos do Departamento de Artes Visuais.

    A proposta que o artista nos trouxe é um projecto de fotocerâmica que se traduziu num painel de azulejos a que foi posteriormente aplicado nos Antigos Lavadouros Públicos de forma a ser visivel para toda a comunidade.

    A Residencia aconteceu no Centro de Investigação de Cerâmica (Antigos Lavadouros Públicos).

    amostras de cores na terracota oc 1-1

     

     

    + informação