• PRE0CUPADA

    site banner

    Pre0cupada 2022

    De 15 a 26 de Junho 2022

    Montemor-o-Novo | Casa Branca

    Depois da última edição da Pre0cupada em 2019, a Oficinas do Convento retoma o seu evento anual multidisciplinar, com o seu conhecido propósito de “ocupar” com propostas artísticas a cidade de Montemor-o-Novo e a aldeia de Casa Branca, entre os dias 15 e 26 de Junho.

    A Oficinas do Convento, em conjunto com outras entidades, pretende convidar o público a passear entre estas duas localidades e a participar nas atividades nas ruas, jardins, praças e pátios que dão palco a este evento.

    A Pre0cupada inaugura-se em Montemor-o-Novo no dia 15 de Junho, onde fica até dia 18 de Junho. Nestes dias o Convento de S. Francisco vai ser palco para teatro e música.

    A partir de dia 19, o evento viaja até Casa Branca, onde atividades como workshops, concertos, exposições, teatro e cinema vão tomar conta da aldeia e prometem proporcionar aos seus visitantes dias de fruição cultural e partilha.

    A entrada é livre em todos as atividades.

    Programa (em actualização)

    Montemor-o-Novo

    15 de Junho:

    Teatro Noites Curtas

     

    16 de Junho:

    Teatro Noites Curtas

     

    17 de Junho:

    Teatro Noites Curtas

     

    18 de Junho:

    Teatro Noites Curtas

    Concerto O Arranca Santos

     

    Casa Branca

    22 de Junho:

    Sessão Cinema: Projeto Ruínas

     

    23 de Junho:

    Sessão Cinema: Mostra de Filmes Heritales – International Heritage Film Festival

     

    24 de Junho:

    Workshop de Fabricação de Vassouras e Vasculhos

    Worskhop Spatial Sound Perception

    Concerto Nzungu

    Concerto Indiscreet Music 2

    Performance Abismo

    Concerto Acácia Maior

    Concerto Tanto Bate Até Que Samba

     

    25 de Junho:

    Passeio Silvestre

    Workshop de Cianotipia

    Escultura Participativa Aventar Gráfico

    Torneio de Malha

    Workshop Passeio Gráfico

    Concerto Chica

    Concerto BANANANA

    Concerto Bandua

    Dj Sims & Cachapa

    Dj set Fidju Ki Txora

     

    26 de Junho:

    Escultura Participativa Aventar Gráfico

    Workshop Bonecos de Meia

    Concerto O Lado de Dentro

    Concerto Grupo Paz e Unidade

     

    EXPOSIÇÕES

    “Linhas de Fuga” de Paulo Morais, Pedro Neto e Ricardo Falcão.

    “De Cá Para Lá” de Pó de Vir a Ser e Oficinas do Convento

    “Tv Pre0cupada” de Oficinas do Convento

    “I will stuff myself with tulips” de Inês Ferreira

    “Casa Branca: Da Estação Ferroviária à Aldeia das Artes”  do Departamento de Arquitetura da Universidade de Évora

    “Silvestre” de Bruno Caracol

    + informação
  • A vingança da Senhora Morcego

    On: 04/29/2022
    In: Espectáculos
    Views: 0
     Like

    A vingança da Senhora Morcego

    Teatro físico/Palhaço/sem texto

    20 de Maio 2022 | 21h30

    Oficinas do Convento, Montemor-o-Novo

    Espetáculo: 5€ (contribuição para o artista)

    Jantar + concerto: 12€

    Reservas para comunicacao@oficinasdoconvento.com 

    Público-alvo: Maiores de 12 anos

     

    A-vinganca-da-senhora-morcegoA vingança da Senhora Morcego – é um teatro surrealista, onde o teatro físico encontra a arte contemporânea da palhaço. Encontramos a personagem principal numa situação difícil, que está faminta por causa da fome. O último mosquito acabou de morrer e ela tem de encontrar uma solução para sobreviver.  A vingança da Senhora Morcego sensibiliza o público para os problemas ambientais contemporâneos e também abre as portas da fantasia e da comédia.
    Espetáculo de Pina Polar.

     

    + informação
  • Revolução Silenciosa

    On: 03/23/2022
    In: Espectáculos
    Views: 0
     Like

    Revolução Silenciosa

    9 de Abril 2022 | 21h30

    10 de Abril 2022 | 18h

    Oficinas do Convento, Montemor-o-Novo

    + info e reservas: p.ruinas@gmail.com | 967 407 748

     

    WhatsApp Image 2022-03-03 at 12.39.06SINOPSE

    REVOLUÇÃO SILENCIOSA

    REVOLUÇÃO SILENCIOSA é uma tragicomédia ou comedia trágica sobre os dias…mais de hoje do que de ontem.

    Nota de rodapé: Isto não é manifestamente um manifesto, ok?

    Sem querer contar a história da carochinha, vamos mostrar algumas vicissitudes desta coisa que é respirar e, ao estilo de exercido de Yoga, aprender a reflectir sobre o mundo que nos rodeia, enquanto tentamos pôr uma perna atrás das costas.

    Oito pessoas em palco, cada uma a fazer a sua revolução. Umas mais revolucionárias do que outras. Umas em silêncio, outras nem por isso. “Do silêncio faço um grito…”

    O espectáculo não têm uma estrutura de início, meio e fim, ou acto I II e III.  O espectáculo nem sequer é um espectáculo. São quadros vivos, de carne descarnada e ossos à vista, que vamos construindo à medida que vão acontecendo. Fragmentos. Peças de um puzzle. Narrativas inacabadas.

    Silêncios que falam mais do que mil palavras. Imagens, que simultaneamente se relacionam com o que é dito e o contradizem, acabando por fazer um todo, um evento, uma performance, um, uma, … “coisa”, “coiso”, coise”.

    Uma narrativa que pode e deve, funcionar como um espelho, a reflectir em cada um a sua própria… narrativa.

    Revolução Silenciosa é uma criac?a?o colectiva, com textos originais dos intervenientes.

     

     

     

     

     

    EQUIPA ARTISTICA/TÉCNICA

    Concepção e direcção artística_ ricardo moura

    Co criadores/interpretes_ maria João pereira; mónica garcez; lavinia moreira; luis hipolito; paulo lazaro; catarina côdea; burry buermans; luis asnselmo; carla belchior;

    participação especial:rui lacerda

    Musica: catarina côdea

    Adereços: Burry Buermans

    GUARDA ROUPA: A OUTRA FACE DA LUA

    PRODUÇÃO: Catarina Caetano, Ricardo Moura

    Apoio: A OUTRA FACE DA LUA; ACADEMIA RECREIO ARTISTICO; Oficinas do Convento, Projecto Ruínas associação, Município de Montemor-o-Novo

     

    ESTREIA: Montemor o novo Sala do Francês 9 ABRIL 2022 21h30/ MATINE 10 ABRIL 2022 18h00

    + informação
  • Deitamos flores pelo lado de dentro

    On: 12/16/2021
    In: Espectáculos
    Views: 0
     Like

    Deitamos flores pelo lado de dentro

    Performance/Fotografia de Mélanie Ferreira e André Alves

    29 de Janeiro 2022 | 21h
    Oficinas do Convento, Montemor-o-Novo

    Obrigatório reserva: 5€ (contribuição para o artista) – Número de pessoas limitado ao espaço.

    cap“O tempo e o espaço foram ao máximo. Desse máximo retirámos o limite do corpo. Um sulco na pele vindo da memória dos dias infinitos de iguais repetições. Um movimento apreendido, passo por passo, camada por camada, meticulosamente em avanços estáticos face ao invisível.

    Como uma carpideira que chora a dor alheia, aqui chora-se o corpo que procura nas lembranças uma necessidade no intangível da sua própria dor. E do que lhe restou por fim celebra agora num rito.

    A celebração é uma necessidade que se demora e se devora, no corpo que se regenera.

    Relembro: não salvei o corpo, modifiquei-lhe a necessidade, até que a necessidade fosse voltar a si.

    Dar-te-ei este corpo e nada mais do que isso.”

    Reservas para comunicacao@oficinasdoconvento.com

    -Obrigatório apresentação de certificado Covid-19
    -Obrigatório o uso de máscara

    + informação
  • Jogo Performativo UNLOOP

    On: 11/23/2021
    In: Espectáculos, Residências
    Views: 0
     Like

    Jogo ?UNLOOP __ #2

    7 de Novembro | 21h

    Oficinas do Convento (Montemor-o-Novo)

    * A lotação é limitada a 20 pessoas e a entrada é livre. Aconselha-se reserva para project.unloop@gmail.com.
    As portas abrem às 20h30 e o jogo começa às 21h!
    Sejam muito bem-vindxs!

    247370536_123240080101603_3912217373893333536_nApós a forte adesão à convocatória UNLOOP, seguiu-se a primeira residência artística do projecto de 18 a 24 de Outubro no Cultivamos Cultura, em São Luís (Odemira) com estreia a 24 de Outubro, e a segunda irá decorrer de 1 a 7 de Novembro nas Oficinas do Convento, em Montemor o Novo, com apresentação pública a 7 de Novembro.

    Sob a direcção artística de David Negrão, artista visual e Sara Montalvão, bailarina e coreógrafa, os intérpretes serão guiados através de micro-estruturas coreográficas, visuais e sonoras, de exploração de vocabulário físico em interacção com música, projecções visuais e técnicas digitais de mapeamento do corpo. O sentido de jogo é fortemente estimulado, lidando com imprevisibilidade, estado de alerta e consciência do corpo espontâneo expressivo.
    UNLOOP é um processo criativo experimental, cujo resultado será em grande parte definido pelo contributo dos participantes face às propostas artísticas e pelo local onde acontece. A interactividade é tomada como ponto de partida para a criação conjunta e in loco da própria experiência performativa que se transforma num jogo entre intérpretes e espectadores, que configurará o próprio espectáculo. UNLOOP propõe-se trabalhar sobre o labirinto das memórias pessoais e colectivas, e como estas se expressam em signos visuais, estados físicos e texturas sonoras.
    David Negrão, artista visual, e Sara Montalvão, bailarina e coreógrafa, dirigem artisticamente este projecto contando com a colaboração criativa do músico e compositor Sérgio Walgood.
    Este projecto conta com o apoio financeiro do programa Garantir Cultura – GEPAC, Ministério da Cultura, apoio às residências Cultivamos Cultura (São Luís) e Oficinas do Convento (Montemor-o-Novo).

    FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA
    Direcção Artística e Arte Visual – David Negrão
    Direcção Artística e Coreografia – Sara Montalvão
    Sonoplastia – Sérgio Walgood
    Design – Thiago Liberdade
    Registo e Produção Audiovisual – Luís R.T. Matos
    Intérpretes UNLOOP__#2 – Adriana Pereira, Martina Mugheddu, Pablo Martinez Melo, Riccardo Galluccio, William Phoenix Primett, Wong Nok Wallace, Zarina Rondón
    Comunicação e Assessoria de Imprensa – Rita Piteira
    Produção – Sara Montalvão
    Gestão Administrativa – Apuro Associação Cultural
    Financiamento – programa Garantir Cultura/Gepac – Fundo de Fomento Cultural, Ministério da Cultura da República Portuguesa
    Apoio a Residências Artísticas – Cultivamos Cultura (São Luís) e Oficinas do Convento (Montemor-o-Novo).

     

    + informação
  • Vozes de Mestre Itinerante

    On: 11/22/2021
    In: Espectáculos
    Views: 0
     Like

    Vozes de Mestre Itinerante

    7 de Agosto 2021 | Das 16:30h às 22:30h

    Oficinas do Convento, Montemor-o-Novo

    228749373_4610501062361851_3885629522073931105_nApós o sucesso do primeiro evento da edição Itinerante do Vozes de Mestres, o próximo terá lugar em Montemor-o-Novo, no Oficinas Do Convento.

    Programa:

    – Oficina de Cante alentejano e concerto com Pedro Mestre, Castro Verde, Alentejo-PT
    – Oficina de canto Intuitivo e concerto com Luiz Gabriel Lopes, Minas Gerais-BR
    – Concerto do Grupo Coral Fora d’Oras, Alentejo-PT
    – Poesias com Telmo Ferreirinho Seco, Alcáçovas, Alentejo-PT
    O evento é gratuito e com vagas limitadas. Garanta sua reserva através do e-mail vozesdemestres2021@gmail.com ou TM 934448525, indicando se deseja jantar.
    O menu inclui entrada (pão, azeitonas), água aromatizada, sopa, prato principal e bebida.
    Este evento está em conformidade com as medidas de prevenção de contágio da COVID-19 determinadas pela DGS*.
    Confira a programação completa: www.vozesdemestres.com.br/vozes-de-mestres-portugal

     

    + informação
  • !REGRA GERAL

    On: 09/13/2021
    In: Espectáculos
    Views: 0
     Like

    Teatro

    !REGRA GERAL

    18 de Setembro 2021 | 21:30h

    Oficinas do Convento, Montemor-o-Novo

    Obrigatório reserva: 5€ (contribuição para o artista) – Número de pessoas limitado ao espaço.

     

    regra-geral!REGRA GERAL é um espetáculo sobre as regras que controlam a nossa sexualidade no contexto social e no contexto íntimo. A partir de um questionário online, entrevistas e conversas de café, Maria Caetano Vilalobos foi elegendo perguntas que quanto mais surgiram mais urgentes lhe pareceram culminando nesta peça, que aborda temas como a educação sexual em Portugal, a influência da pornografia, o assédio sexual, a forma como comunicamos os nossos receios e curiosidades, a realidade Tinder e sem dúvida, o amor, sobretudo próprio. Com Hugo Guerreiro, Jéssica Brandão e Maria Caetano Vilalobos, !REGRA GERAL procura levantar questões, de uma forma íntima, sobre como podemos contrariar uma sociedade patriarcal que oprime ambos os géneros com os seus estereótipos, preconceitos e tabus, não para lhes responder, mas para pensar sobre elas.  Em suma, !REGRA GERAL procura lutar pela igualdade de direito ao prazer, e à expressão e comunicação livre sobre o mesmo. Que regras te inibem a ti e à tua sexualidade? Regra geral todos temos alguma barreira que nos foi imposta sem darmos conta. Convidamos-te a juntares-te a nós nesta procura de formas de quebrar as regras gerais, de dentro para fora.

    Ficha técnica:
    Encenação – Maria Caetano Vilalobos
    Interpretação – Hugo Guerreiro, Jéssica Brandão, Maria Caetano Vilalobos
    Texto – Hugo Guerreiro e Maria Caetano Vilalobos

    Reservas para: comunicacao@oficinasdoconvento.com

    + informação
  • Performance Disquiet

    On: 07/15/2020
    In: Espectáculos
    Views: 0
     Like

    Performance Disquiet: a partir do Livro do Desassossego

    25 de Julho | 21:00h
    Oficinas do Convento
    Obrigatório pré-reserva: 5€ (contribuição para os artistas) – Só existem 15 vagas.
    Reservas para: comunicacao@oficinasdoconvento.com
    Disquiet(2)Disquiet é uma experiência imersiva que transporta o público por uma série de momentos performáticos e instantes estáticos, adaptados ao espaço característico das Oficinas do Convento.
    Como o Livro do Desassossego de Fernando Pessoa, fragmentado e inacabado, esta performance permite uma exploração individual, culminando numa perspectiva diferente sobre o autor enigmático, que continua a despertar interesse a nível mundial ao longo dos anos. Através de diferentes formas artísticas iremos traduzir o desassossego do autor, de forma a criar encontros reveladores e sensoriais.
    Esta é uma oportunidade para construirmos um espetáculo mutável e deliberadamente sem conclusão e perceber como este conceito afeta a sua audiência. O feedback e a experiência vivida serão fundamentais para o desenvolvimento contínuo deste projeto e para iniciar a comunidade de Disquiet.

     

    + informação