• DJ Marcelle

    On: 07/09/2018
    In: Cidade Pre0cupada, Concertos, Espectáculos
    Views: 0
     Like

    DJ Marcelle

    14 de Julho/14th July | 00:30h | Convento de S. Francisco

    copia

     

    DJ Marcelle - Promo photo (home in Amsterdam)Surpresa, aventura, entretenimento e educação: Quatro palavras-chave geralmente usadas para descrever a DJ Holandesa Marcelle/Another Nice Mess. Usando ao vivo (e no estúdio) três mesas de mistura, Marcelle eleva os seus talentos de mistura ao mais alto nível. Ela é tanto ou mais uma música como é DJ.

    Ao colocar diferentes estilos de música em diferentes contextos, Marcelle altera a forma como experimentamos esses estilos individuais. Ela funde estilos musicais como mais ninguém, parecendo que sempre se encaixaram juntos e fazendo com que a audiência acredite que está a ouvir uma faixa ao invés de três, tocadas simultaneamente!

    Ela joga com expectativas e funções: sons de ambiente são combinados com ruídos vanguardistas, sons de animais são usados e misturados com Leftfield techno, freejazz, hip-hop bizarro, electrónia inovadora, dance music Africana, dubstep, dancehall e muitas gravações menos classificáveis.

    Ela é uma mixer original e qualificada, com um estilo pessoal  distinto, evitando clichés e regras desactualizadas. É tanto inspirada pelos movimentos de arte vanguardistas como pelos fluxos, o absurdismo da vida real dos Monty Python e pelas experimentações selvagens de dub, post-punk e os mais recentes desenvolvimentos na dance music electrónica – Marcelle acompanhou sempre e atentamente a evolução da música e tem um ouvido ávido para a inovação e para os “novos” sons.


    Surprise, adventure, entertainment and education: Four key words often used for describing Dutch DJ and producer Marcelle/Another Nice Mess. Using live (and in the studio) three turntables, Marcelle takes her mix talents to high heights. She is as much, or even more of, a musician as she is a dj.

    By putting different styles of music in a different context, Marcelle changes the way we experience those individual styles. She fuses musical styles like no other, making it seem like they always belonged together and making the audience believe they are listening to one track instead of three played simultaneously!

    She plays with expectations and roles: Environmental sounds are combined with avant garde noises, animal sounds are used and mixed with left field techno, free jazz, weird hip hop, cutting edge electronica, new African dance music, dubstep, dancehall and lots of less classifiable records.

    She is an original, skilled mixer, with a very distinctive style of her own, avoiding most dj-cliches and stale rules. As much inspired by avant garde art movements as fluxus and dada, the real life absurdism of Monty Python as by the wild experiments of dub, post-punk and the latest developments in electronic dance music – Marcelle has always been following musical developments very closely and has a keen ear for innovative and ‘new’ sounds.

     

    + informação
  • Noites Curtas

    On: 07/07/2018
    In: Cidade Pre0cupada, Espectáculos
    Views: 0
     Like

    Noites Curtas

    6, 7 e 8 de Julho/6th,7th and 8th July | 22:00h | Convento de S. Francisco

    NC2018bO Projecto Ruínas volta a trazer à Cidade Pré0cupada NOITES CURTAS, uma curta de performances teatrais nas noites mais curtas do ano! Uma aposta na criação de novas dramaturgias, assentes no pressuposto da duração das peças.

    Lançámos o desafio a nove artistas emergentes do panorama nacional para reflectirem sobre o formato e desenvolverem a sua criação partindo dessa premissa.

    Nove espectáculos de curta duração em três noites consagradas às novas dramaturgias, apresentados nos dias 6, 7 e 8 de Julho, às 22:00h, nas Oficinas do Convento.

    A entrada é livre, sujeita à lotação do espaço. As reservas podem ser feitas através do contacto 967407748 ou para o e-mail: p.ruinas@gmail.com

     

     

     

     

     

     

    Programa:

    6 de Julho:

    SOLO | Projecto Ruínas

    Primavera Parte | Teatro da Cidade

    … and she gave away the secrets of her past | Ana Vilela da Costa

    7 de Julho:

    Vaissandando | Susana Blazer

    Prelúdio para rn | Inês Cartaxo e Luis Odriozola

    TED | Maila Dimas

    8 de Julho:

    KAIDAN | Susana Nunes

    Contribuições | António Pedrosa, Jorge Mendonça Oliveira e Zé Bernardino

    Que fazer? Que fazer? | Auéééu Teatro

    Coordenação e Programação Francisco Campos | Artistas Convidados Ana Vilela da Costa, Auéééu Teatro, Inês Cartaxo, Maila Dimas, Sofia Vitória, Susana Blazer, Susana Nunes, Teatro da Cidade, Zé Bernardino | Imagem Miguel Rocha | Produção Catarina Caetano | Coordenação Técnica Nuno Patinho| Financiamento Município de Montemor-o-Novo | MC – Direcção Geral das Artes | Apoio Oficinas do Convento | Plansel

    The Projecto Ruínas brings, once again, to Cidade Pré0cupada,  NOITES CURTAS, a short of theatrical performances on the shortest nights of the year! A focus on the criation of new dramaturgies, based on the assumption of the duration of the plays.

    We challenged nine emerging artists of the national stage to reflect on the format and to develop their criation based on that premise.

    Nine short lenght shows, in three nights, devoted to new dramaturgies, presented on the 6th, 7th and 8th of July, by 22:00h, in Oficinas do Convento

    The entry is free, limited to the space capacity. The reservations can be done by phone +351967407748 or by e-mail p.ruinas@gmail.com.

     

    Program:

    6th July:

    SOLO | Projecto Ruínas

    Primavera Parte | Teatro da Cidade

    … and she gave away the secrets of her past | Ana Vilela da Costa

    7th July:

    Vaissandando | Susana Blazer

    Prelúdio para rn | Inês Cartaxo e Luis Odriozola

    TED | Maila Dimas

    8th July:

    KAIDAN | Susana Nunes

    Contribuições | António Pedrosa, Jorge Mendonça Oliveira e Zé Bernardino

    Que fazer? Que fazer? | Auéééu Teatro

    + informação
  • “Uma Paisagem Vermelha” de Andrés Jurado

    On: 07/03/2018
    In: Cidade Pre0cupada, Espectáculos, Outros Eventos
    Views: 0
     Like

    “Uma Paisagem Vermelha” de Andrés Jurado

    5 Julho/5th July | 21:30h | Convento da Saudação

    Uma paisagem vermelhaO autor propõe um universo de estímulos e sinais como uma aproximação ao universo cromatológio baseado em certos contos ancestrais de Sci-fi, histórias e cosmologias, por exemplo, a experiência de cor de Kris Kelvin em “Solaris”, a descrição da luz no ritual “Yuriparí”, a luz cor-de-rosa em “V.A.L.I.S.” descrito por Amacaballo Fat. Uma série de contos sobre o a forma como diferentes tipos de corpos sentem o espectro.

    A performance é uma experimentação sinestética com cor e vídeo, considerando o filme como uma matéria viva. Isto acontece enquanto algumas vozes, sons e leituras sussurram para o espaço uma colecção vasta de diversas experiências sinestéticas retiradas a partir de fontes diferentes e aleatórias. Com uma 16mm e um projector de vídeo, é criada a performance – improvisação onde a luz cria diálogos delirantes com os dispositivos e evoca afectivamente as experiências cósmicas da cor.


     

    The author proposes a universe of stimuli & signals as an approximation to the chromatological universe based on some Sci – fi and ancestral tales, stories and cosmologies, e.g. the color experience of Kris Kelvin in “Solaris”, the description of the light in the ritual of “Yuriparí”, the pink light in “V. A. L. I. S.” described by Amacaballo Fat. A series of tales about how the different kinds of bodies feels the spectrum.

    The performance is a synesthetic experimentation with color and film, considering the film as a live matter. This happens while some voices, sounds and readings whisper into the space a wide selection of diverse synesthetic experiences taken from different sources randomly. With 16mm and a video projector it is creates a performance- improvisation in which the light, create a delirious dialogue with the devices and to evoke affectively the cosmic experience of color.

    + informação
  • Concerto SPACEBOP – Quinteto Jazz

    On: 05/29/2018
    In: Concertos, Espectáculos
    Views: 0
     Like

    2 Junho 2018 – 18:30

    SPACEBOP QUINTETO JAZZ

    (inserido no programa Off do Encontro Internacional de Marionetas)

    Oscilações espaciotemporais e dinâmicas com rostos humanos

    31924934_10155165094041230_4018797385583951872_nBenoit Crauste, criador e saxofonista de Monkuti regressa a Portugal com o seu novo Projecto Space Bop, partindo em busca de uma brecha no espaço-tempo para vencer o Algoritmo.

    Supremos e aniquiladores dos seus exércitos de robots impiedosos vindos do futuro, cinco improvisadores reunidos em torno de temas emancipadores convocam os espíritos da “New Thing” e propagam uma música interactiva, por vezes lírica, doce ou bárbara, periclitante, sempre com rostos humanos.

    Cinco talentosos improvisadores aprofundam uma fenda que se situa entre a homenagem aos heróis (Ornette Coleman, Paul Motian, Jackie Mc Lean, Eric Dolphy), as improvisações livres e as composições de membros da banda. Uma música para captar no fogo do instante, fresca e sem concessões!

    Aproveitando a passagem por Portugal, Space Bop convida desta vez o saxofonista português Francisco Andrade para este concerto.

    + informação
  • Le Singe Blanc

    On: 05/18/2018
    In: Concertos, Espectáculos
    Views: 0
     Like

    18 Maio 2018 – 22:00

    Oficinas do Convento

    Singe-Blanc_Cartonnerie_Reims_2018You haven’t heard the last of the albino ape, who has undergone a further mutation.
    Still armed with two basses and a sharp sense of the absurd, LSB is back on stage with a new drummer/singer and some bright new songs.
    More joyful and up for it than ever, you’ll love its bouncy psyche noise (you’re even allowed to dance). You can’t be serious when you’re seventeen!

     

    websites
    http://lesingeblanc.org/
    http://lesingeblanc.bandcamp.com/
    https://www.facebook.com/pages/Le-Singe-Blanc/236732886342294

    labels
    http://www.redwig.org/releases/
    http://moncul.org
    http://whosbrain-records.com/wp/
    http://www.aredje

    Contribuição para os músicos – 3€

    + informação
  • Auéééu Teatro – “9 Anos Depois”

    On: 05/16/2018
    In: Espectáculos
    Views: 0
     Like

    Auéééu Teatro – “9 Anos Depois”

    31 Maio | 21:30h

    Oficinas do Convento

     

    jgdg

    No dia 31 de Maio 2018, em programa OFF do XI Encontro Nacional de Marionetas de Montemor-o-Novo, os Auéééu Teatro apresentam o espectáculo ‘9 Anos Depois’ (um acolhimento do Projecto Ruinas).
    M/16

    + informação
  • Lucifer’s Ensemble + H04

    On: 04/30/2018
    In: Concertos, Espectáculos
    Views: 0
     Like

    5 de Maio 2018 – 22:00

    Oficinas do Convento

    a3 baixoPela terceira vez (2015 e 2016), Lucifer’s Ensemble residem na Oficinas do Convento e apresentam-nos mais um espectaculo musica performance e desta vez trazem mais uma surpresa – H04
    Saibam tudo sobre Lucifer’s Ensemble

    Lucifer’s Ensemble em 2016 na Oficinas do Convento

     

     

     

     

     

     

     

    live 01H04
    H04 é o nome sob o qual André Trindade actua com instrumentos da sua autoria, modificados por ‘circuit bending’. Este processo consiste na procura de novas ligações possíveis nos circuitos de instrumentos eléctricos com o intuito de sintonizar a sua ‘voz’ própria – aquela que se esconde por detrás das opções de som pré-definidas de cada objecto. O resultado é uma amplitude de sons imprevisíveis e viscerais, que AT trabalha para formar texturas ásperas e cruas, modeladas através de ecos cavernosos. Este processo é espelhado na produção visual desenvolvida por Trindade com colagens e fotocópias, que igualmente avança em direcção ao cerne da máquina (uma fotocopiadora avariada, herdada de uma sociedade arqueológica). André Trindade é artista visual (Escultura/FBAUL; Programa de Estudos Independentes/Maumaus) e co-fundador da editora de cassettes URUBU e NOSTROMO, dedicada à música experimental de vários espectros.

    https://www.facebook.com/urubutapes/
    https://urubutapes.bandcamp.com
    http://nostromo1999.limitedrun.com/

    + informação
  • Antez – Continuum + Percepção e Interpretação

    On: 02/01/2018
    In: Concertos, Espectáculos, Oficinas
    Views: 0
     Like

    16 fevereiro – Continuum

    Continuum é um projecto de percursão que se iniciou pelo uso de pratos, mas faridamente Antez começou a usar qualquer tipo de objectos que encontra. Os Continuums têm texturas sonoras incomuns que testam os limites da nossa percepção. Estes sons evocam a contenção, o excesso, a imersão e a itemporalidade.

    Antez apresentou um Continuum na Oficinas do Convento em Fevereiro 2016 

    Contribuição para o músico > 3€

     

    17 Fevereiro – Percepção e Interpretação – Oficina de Som

    Percepção e Interpretação é uma Oficina de Som, aberta a todos por uma tarde. Jogos e métodos pedagógicos simples estimulam as funções cognitivas dos participantes a diversos niveis. Conjuntos de objectos e dispositivos simples  serão instalados para observar e explorar as bases cognitivas dos participantes. Estes processos de participação e exploração partilhada são marcados por momentos de trocas, introspecção e aprendizagem. Na performance do dia anterior, os participantes poderão mergulhar no inicio de um caminho a percorrer em conjunto.

    Participação > 10€ – inscrições para oc@oficinasdoconvento.com

    caraz-ANTEZ + informação