UM AO MOLHE na Oficinas do Convento

pt

UM AO MOLHE apresenta os concertos de:

Daily Misconceptions

Acid Acid

11 de Abril 2019 | 21:30h

Oficinas do Convento

Contribuição à porta para os artistas

 

Daily Misconceptions é João Santos quando parte da electrónica caseira, com melodias que nos alertam para futuros estados de inconsciência, e torna-se um arquitecto sonoro com construc?ões tão criativas quanto generosas, capazes de fazer sonhar o mais sisudo dos ouvintes.

Acid Acid é a viagem que se sente, são ondas sonoras e impulsos eléctricos de destino incerto e de apropriação por cada ser com curiosidade incessante. Acid Acid é Tiago Castro e a sua parafernália de instrumentos prontos a deixar-nos em transe.

15 Montemor-o-NovoO UM AO MOLHE volta deixar tudo para trás e a fazer-se à estrada e O Cubo (mascote do festival) leva à boleia alguns dos mais originais músicos solitários no Sapo e na Kátia (as acarinhadas viaturas oficiais). O objectivo principal é, como sempre foi, promover uma amostra do que de melhor se tem feito ao nível de bandas de um só em Portugal e criar um circuito para o crescente número de músicos emergentes.

Mas 5 anos de Cubo são muitos anos e O Cubo está hoje mais maduro e precisa de sentir um propósito maior.
O Cubo hoje quer fazer menos mas melhor.
O Cubo quer estar rodeado de amigos.
O Cubo quer ser um festival com princípios.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

en

UM AO MOLHE presents the concerts:

Daily Misconceptions

Acid Acid

11th April 2019 | 21:30h

Oficinas do Convento

Contribution at the door for the musicians

 

Daily Misconceptions is João Santos when part of the homemade electronic, with melodies that alert us to future states of unconsciousness, and becomes a sound architect with constructions as creative as generous, able to give the most sternest of listeners the capacity to dream.

Acid Acid is a journey that one feels, it’s sound waves and electronic boosts of an uncertain destinyand of apropriation for each being, with a constant curiosity. Acid Acid is Tiago Castro and its paraphernalia of instruments  ready to leave us in transe.

15 Montemor-o-NovoO UM AO MOLHE  leaves everything behind, once again, and go on tour and O Cubo (the festival’s mascot) gives a ride to some of the most original solo musicians in Sapo and Kátia (the official vehicles). The goal is, as it always has been, to promote a sample of what has been done regarding to solo bands in Portugal and creating a circuit for the uprising number of emerging musicians

But 5 years of Cubo are a lot of years and O Cubo is today more mature and in need of a bigger purpose.

O Cubo, today, wants to make less, but better.

O Cubo wants to be surrounded by friends.

O Cubo wants to be a festival with principals

Comments are closed.