Ciclo de Cerâmica

CICLO DE CERÂMICA

 

ciclo2022CENTRO DE INVESTIGAÇÃO CERÂMICA OCT, MONTEMOR-O-NOVO

 

Ao longo deste ciclo de oficinas pretende-se que os participantes possam adquirir os conhecimentos necessários para trabalhar em cerâmica com autonomia.

Começamos por aprender o que é o barro, quais as suas características e propriedades e como o manipular de forma a conseguir construir diferentes formas.

Ao longo destas 6 oficinas vamos trabalhar com diferentes técnicas de decoração e decoração, realizando vários exercícios de introdução e experimentação do material.

Por fim, aprendemos sobre o passo final da cerâmica, o processo de cozedura, realizando queimas colectivas a lenha e a gás.

 

Os participantes deste curso poderão posteriormente frequentar o Atelier Livre e assim dar continuidade ao trabalho em cerâmica desenvolvendo os seus projectos de forma autónoma.

 

Formadores:

Ana João Almeida

Leonor Mire

 

 

Mais informações e inscrições:

telheiro@oficinasdoconvento.com

 

O valor da inscrição não inclui alojamento nem refeições.

Nº mínimo de participantes: 10 pessoas

 

 

22 e 23 de Janeiro

Introdução ao barro e à sua conformação. Maciço ocado e técnica do rolo.

Inscrição: 50€

 

Sábado, 22 de Janeiro

10h00 – Apresentação. O que é o barro. Como identificar, recolher e preparar o barro. As propriedades do barro: conhecer o material. Argilas primárias e argilas secundárias. Os engobes naturais. Introdução às técnicas de conformação.

Exercício 1: modelação livre e técnica do maciço ocado.

12h30 – Intervalo para almoço

14h00 – Técnica do rolo. Formas e curvas simétricas e assimétricas. Exercício 2: modelação a rolo.

18h00 – Arrumações e limpeza do espaço. Descanso.

 

Domingo, 23 de Janeiro

10h00 – Engobes naturais e engobes elaborados.

Técnicas de decoração com engobes: esgrafitado, reservas e rendilhado.

Conclusão do exercício da técnica do rolo: acabamentos e decoração.

12h30 – Intervalo para almoço

14h00 – Conclusão do exercício de modelação livre: ocar o maciço.

18h00 – Arrumações e limpeza do espaço. Fim dos trabalhos.

 

 

5 e 6 de Fevereiro

Azulejos e modelação de lastras

Inscrição: 50€

 

Sábado, 5 de Fevereiro

10h00 – Apresentação. Introdução à técnica da lastra: 2D e 3D. Azulejos artesanais. Exercício 1: Desenho e realização de um pequeno painel de azulejos.

12h30 – Intervalo para almoço

14h00 – Os engobes. Técnicas de decoração em relevo: Incisão, perfuração, empedrado, colagem, estampagem com carimbos.

Preparação das lastras para o exercício 2.

18h00 – Arrumações e limpeza do espaço. Descanso.

 

Domingo, 6 de Fevereiro

10h00 – Técnica da lastra: volumes a partir de planos (corte e colagem). Exercício 2: planificação e modelação de uma forma tridimensional a partir de lastras.

12h30 – Intervalo para almoço

14h00 – Conclusão dos dois exercícios: acabamentos e decoração.

18h00 – Arrumações e limpeza do espaço. Fim dos trabalhos.

 

 

5, 6 e 19 de Março

Roda de Oleiro e Moldes de Gesso

Inscrição: 85€

 

Sábado, 5 de Março

10h00 – Apresentação e organização de dois grupos de trabalho (grupo A e grupo B)

10h30 – Introdução às técnicas de roda de oleiro e enchimento de moldes de gesso

11h00 – Grupo A – Roda de oleiro / Grupo B – Enchimento de moldes com porcelana e faiança + Colar asas + Engobes

12h30 – Intervalo para almoço

14h00 – Grupo A – Enchimento de moldes com porcelana e faiança + Colar asas + Engobes /

Grupo B – Roda de oleiro

18h00 – Arrumações e limpeza do espaço. Descanso.

 

Domingo, 6 de Março

10h00 – Grupo A – Roda de oleiro (fundos) / Grupo B – Construção de um molde de gesso de um copo

12h30 – Intervalo para almoço

14h00 – Grupo A – Construção de um molde de gesso de um copo / Grupo B – Roda de oleiro (fundos)

18h00 – Arrumações e limpeza do espaço. Fim dos trabalhos.

 

Sábado, 19 de Março

10h – Introdução às diferentes técnicas de vidragem e decoração. Carimbos, Majólica, desenho com lápis e minas cerâmicas. Decoração das peças feitas na roda e com moldes.

13h – Intervalo para almoço

15h – Continuação e conclusão dos trabalhos.

18h – Arrumações e limpeza do espaço. Fim dos trabalhos.

 

 

15, 16 e 17 de Abril

Cozedura de Gres de Sal

Inscrição: 65€

6ª Feira, 15 de Abril

10h00 – Apresentação. Observação e análise das peças a cozer

10h30 – Introdução ao Forno de Grés de Sal: características, especificidades e resultados.

11h00 – Enforna

12h30 – Almoço

14h00 – Enforna (continuação). Construção da porta do forno.

18h00 – Descanso

 

Sábado, 16 de Abril

9h00 – Acender o Fogo. Planificação da Cozedura, distribuição de tarefas.

12h30 – Almoço / Continuação da cozedura

19h00 – Fim da Cozedura (hora estimada) e Descanso.

 

Domingo, 17 de Abril

10h00 – Abertura ligeira da porta do forno

10h30 – Organização do espaço

11h30 – Pic-nic partilhado / Tempo livre

12h30 – Tempo livre

16h00 – Abertura do Forno

17h00 – Observação, análise de resultados, reflexão colectiva.

18h00 – Arrumação e organização do espaço. Fim dos trabalhos.

 

Oficina de Cozedura a lenha de peças cerâmicas a alta temperatura.

Número mínimo de participantes: 15 pessoas.

Local: Telheiro da Encosta do Castelo / Oficinas da Cerâmica e da Terra, Montemor-o-Novo

 

A Oficina de Cozedura de Grés de Sal pretende partilhar o conhecimento sobre esta técnica de cozedura a lenha de alta temperatura e possibilitar a todos os interessados a experiência de cozer peças neste forno único.

Este forno e técnica de cozedura é muito interessante e diferente, algo imprevisível e por isso mesmo, um fascínio para muitos ceramistas e artistas.  Consiste em cozer peças a lenha e na parte final da cozedura, já com temperaturas muito altas, introduzir sal na câmara de queima, que deixa um vidrado específico sobre as peças, impossível de replicar com outras técnicas.

Todos têm a oportunidade de introduzir peças e/ou ensaios de todos os tipos para futuras referências.

 

Para a participação nesta oficina, os interessados são convidados a trazer peças de sua autoria, de pasta cerâmica que suporte 1280ºC ou superior, de tamanho pequeno a médio, já chacotadas. Poderão ter engobes ou vidrados crús adequados à temperatura.

Atenção: é da responsabilidade dos participantes assegurar que a pasta utilizada nas suas peças comporta a temperatura de 1280º ou superior, por forma a evitar estragos no forno e nas peças de outros participantes.

 

Caso não possam chacotar as peças ou precisem de as realizar nas nossas instalações, assim como trabalhar com engobes ou vidrados, contactem a equipa OCT.

 

O valor da inscrição contempla a cozedura de pelo menos uma peça de aproximadamente 30 x 30 x 30 cm ou várias de volume total equivalente. Os participantes poderão trazer mais algumas peças, sendo que no momento da enforna será decidido quais as peças que serão enfornadas com base no espaço existente dentro do forno.

 

7 e 21 de Maio

Raku

Inscrição: 45€

 

Sábado, 7 de Maio

10h00 – Apresentação

10h30 – Introdução ao Raku e reflexão sobre os trabalhos a realizar. Início da modelação.

12h30 – Intervalo para almoço

14h00 – Continuação da modelação

18h00 – Arrumações e limpeza do espaço. Descanso.

 

Sábado, 21 de Maio

10h – O processo de redução. Vidragem das peças. Preparativos para a queima; Enfornas.

13h – Intervalo para almoço

15h – Início das queimas.

18h – Lavagem das peças e arrumações. Fim dos trabalhos.

 

 

4 de Junho

Os vidrados

Inscrição: 40€

 

Sábado, 4 de Junho

10h00 – Apresentação

10h30 – Introdução à vidragem: materiais, ferramentas e modos de aplicação. Tipos de vidrados. Lavagens, corda seca e técnica das bolhas.

12h30 – Intervalo para almoço

14h00 – Vidragem e decoração de peças diversas.

18h00 – Arrumações e limpeza do espaço. Descanso.

Comments are closed.