Deitamos flores pelo lado de dentro

Deitamos flores pelo lado de dentro

Performance/Fotografia de Mélanie Ferreira e André Alves

29 de Janeiro 2022 | 21h
Oficinas do Convento, Montemor-o-Novo

Obrigatório reserva: 5€ (contribuição para o artista) – Número de pessoas limitado ao espaço.

cap“O tempo e o espaço foram ao máximo. Desse máximo retirámos o limite do corpo. Um sulco na pele vindo da memória dos dias infinitos de iguais repetições. Um movimento apreendido, passo por passo, camada por camada, meticulosamente em avanços estáticos face ao invisível.

Como uma carpideira que chora a dor alheia, aqui chora-se o corpo que procura nas lembranças uma necessidade no intangível da sua própria dor. E do que lhe restou por fim celebra agora num rito.

A celebração é uma necessidade que se demora e se devora, no corpo que se regenera.

Relembro: não salvei o corpo, modifiquei-lhe a necessidade, até que a necessidade fosse voltar a si.

Dar-te-ei este corpo e nada mais do que isso.”

Reservas para comunicacao@oficinasdoconvento.com

-Obrigatório apresentação de certificado Covid-19
-Obrigatório o uso de máscara

Comments are closed.