PREGAÇÃO | 5 de Abril | 21h30

Espectáculo resultante da in­vestigação de traços documentais do espec­táculo “A Pregação”, dirigido por João Bri­tes com o Teatro O Bando (1989). Instigado pelas memórias de uma ida ao teatro com a escola na juventude, apresento o trabalho de pesquisa que integra o processo de cria­ção cénica do solo teatral “Pregação”, a estrear em 2012. Utilizando como materiais o texto de encenação, fotografias do espec­táculo, críticas de jornal e de estudantes que assistiram, desenhos técnicos da máqui­na de cena, entre outras fontes, “Pregação” constitui uma evocação que se pretende também afirmar como uma resposta a algumas das indagações lançadas pelo trabalho ao qual faz referência. Trata-se não apenas de re­tomar o espectáculo d’O Bando mas também o texto de Vieira, em vários pontos hoje de novo pertinente. Nesta conferência o pro­cesso artístico é desvelado na sua dimensão de produtor de conhecimentos, ao mesmo tempo que se enceta uma reflexão sobre noções como as de memória e de cultura imaterial, sob a perspectiva das inflexões impostas so­bre estas pelo poder.

(Alexandre Calado)

Comments are closed.