Julinho da Concertina

concerto Julinho da Concertina – FUNANA
16 julho | Largo de S. Pedro |22:00

b7bc0e79-0c5d-48de-b3b6-eaf42ea0896bJulinho da Concertina nasceu em Piloncan, concelho da Calheta de São Miguel, ilha de Santiago, Cabo Verde, há quase 60 anos, e desde cedo descobriu a paixão pela música e pela concertina, instrumento que escolheu e afinou a seu jeito para, ao longo destas décadas, se fazer acompanhar em palco a tocar as mornas, coladeras e especialmente o funaná da sua terra natal. Emigrou para Portugal um ano antes da Revolução de Abril e vive actualmente no bairro da Quinta da Lage, na Falagueira, onde ainda hoje ocupa uma boa parte do seu tempo a trabalhar numa horta urbana – depois de uma vida passada entre as jornas de sol a sol nas alfaias agrícolas, e o fole e os teclados da sua concertina. “Vivi, quase sempre, da música. Mas os cachets foram rareando. Toquei ao lado de muitos músicos afamados. Participei em concursos com bons resultados. Mas esta horta é uma grande ajuda para a família”, dizia ao jornal diário online cabo-verdiano A Semana, aquando de uma visita para uma peça sobre si há cerca de três anos. Com um vasto reportório, com peças da sua autoria e temas de outros compositores, diz guardar a mágoa de não ter sido convidado para tocar para o grande público em Cabo Verde, até porque, afiançava à mesma entrevista, antes dos Ferro e Gaita e outros grupos cuja carreira atingiu patamares de reconhecimento e sucesso notáveis, era ele e outros da sua geração que impulsionavam a disseminação do funaná na sua terra e na diásporacabo-verdiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>