Sculpture

14 de Julho/14th July | 22:30h | Convento de S. Francisco

 

SC-PressShot3Sculpture são os músicos Dan Hayhurst e o artista visual Reuben Sutherland, cujo trabalho une o  audível e o visível, o físico e o digital através de práticas exploratórias na música electrónica, na arte do vídeo e na animação.

As actuações A/V (Audio/Video), ao vivo, da banda são centrais para este processo. Utilizando uma vasta biblioteca de marcas zootrópias, o turntablism visual de Sutherland combina tecnologia mecânica de imagem com um software base de técnicas em ciclos e saltos alucinatórios. Existe uma clara relação com a fisicalidade caótica de Hayhurst em relação à sua abordagem sónica – permutações instáveis de gravações em ciclo, aparelhos electrónicos e sequências digitais Lo-fi (baixa fidelidade) tocados com uma bobina gasta para uma outra de gravação em fita, um computador, um walkman, uma amostra e unidades FX.

Descobrindo as possibilidades espontâneas no momento, ao mesmo tempo que assumem formas temporárias do techno moderno, aparelhos analógicos, filmes abstractos, sci-fi, pop, psicadelismo surreal, música visual e tiras cómicas, a sua produção é divertida, inesperada e multissensorial.


 

Sculpture is musician, Dan Hayhurst and visual artist, Reuben Sutherland, whose work unites audible and visible, physical and digital through exploratory practice in electronic music, video art and animation.

Sculpture’s live A/V performances are central to this process. Utilizing an ever expanding library of zoetropic prints, Sutherland’s visual turntablism combines mechanical imaging technology with cutting-edge software based techniques in hallucinatory loops and jumps. There’s a clear connection with the chaotic physicality of Hayhurst’s approach to sonics – unstable permutations of tape loops, lo-fi electronics and digital sequences played with a battered reel to reel tape recorder, computer, walkman, sampler and FX units.

Discovering spontaneous possibilities in the moment while assuming temporary forms of modern techno, analogue electronics, abstract film, sci-fi, pop, absurdist psychedelia, visual music and comic strips, their output is playful, unpredictable and multisensory.

Comments are closed.